Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Jogador de futsal do Corinthians é sepultado na Vila Alpina


Da Redação

13/08/2019 | 07:00


Pivô do time de futsal do Corinthians e com atuações pela Seleção Brasileira, Douglas Nunes, 27 anos, foi enterrado na tarde de ontem no Cemitério da Vila Alpina, na Capital. Natural de São Caetano, ele foi assassinado na madrugada do domingo em Erechim, no Rio Grande do Sul, na saída de uma casa noturna. 

Nunes e outros jogadores teriam se envolvido em discussão dentro de boate e, na saída, ele foi baleado por disparos de arma de fogo feitos de dentro de um carro. O atleta foi socorrido por bombeiros, mas não resistiu.

Apontado como autor do crime, Ricardo Jean Rodrigues, 25, se entregou à polícia de Erechim na tarde do domingo – teve prisão preventiva decretada e foi encaminhado ao presídio da cidade. Em depoimento, ele revelou que a briga foi motivada por um desacerto na hora de pagar a conta da boate. Rodrigues possui passagens por tráfico de drogas e deveria estar em casa no momento do crime, pois cumpre prisão domiciliar.

Nunes foi formado nas categorias e base do Corinthians. Irmão do pivô Betão, jogou no Orlândia e Kairat Almaty, do Casaquistão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jogador de futsal do Corinthians é sepultado na Vila Alpina

Da Redação

13/08/2019 | 07:00


Pivô do time de futsal do Corinthians e com atuações pela Seleção Brasileira, Douglas Nunes, 27 anos, foi enterrado na tarde de ontem no Cemitério da Vila Alpina, na Capital. Natural de São Caetano, ele foi assassinado na madrugada do domingo em Erechim, no Rio Grande do Sul, na saída de uma casa noturna. 

Nunes e outros jogadores teriam se envolvido em discussão dentro de boate e, na saída, ele foi baleado por disparos de arma de fogo feitos de dentro de um carro. O atleta foi socorrido por bombeiros, mas não resistiu.

Apontado como autor do crime, Ricardo Jean Rodrigues, 25, se entregou à polícia de Erechim na tarde do domingo – teve prisão preventiva decretada e foi encaminhado ao presídio da cidade. Em depoimento, ele revelou que a briga foi motivada por um desacerto na hora de pagar a conta da boate. Rodrigues possui passagens por tráfico de drogas e deveria estar em casa no momento do crime, pois cumpre prisão domiciliar.

Nunes foi formado nas categorias e base do Corinthians. Irmão do pivô Betão, jogou no Orlândia e Kairat Almaty, do Casaquistão.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;