Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Caminhoneiros e representantes do governo voltam a se reunir na próxima semana

Antonio Cruz/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


02/08/2019 | 19:52


O Ministério da Infraestrutura informou, por meio da assessoria de imprensa, que as reuniões entre representantes da pasta e dos caminhoneiros para discutir a tabela de frete mínimo terão continuidade na próxima semana. "Qualquer definição sobre a tabela será fruto da rodada de reuniões junto a caminhoneiros autônomos, embarcadores e transportadores, que vêm acontecendo desde a última semana", diz a nota enviada ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, pela assessoria da pasta.

Depois de suspender a tabela de preços mínimos de fretes rodoviários da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que gerou protesto dos caminhoneiros, o governo reiniciou negociações com a categoria para rever a tabela. Na semana passada, após se reunir com o setor, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse que a ideia é revisar os custos mínimos do frete a cada seis meses e fechar acordos coletivos anualmente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caminhoneiros e representantes do governo voltam a se reunir na próxima semana


02/08/2019 | 19:52


O Ministério da Infraestrutura informou, por meio da assessoria de imprensa, que as reuniões entre representantes da pasta e dos caminhoneiros para discutir a tabela de frete mínimo terão continuidade na próxima semana. "Qualquer definição sobre a tabela será fruto da rodada de reuniões junto a caminhoneiros autônomos, embarcadores e transportadores, que vêm acontecendo desde a última semana", diz a nota enviada ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, pela assessoria da pasta.

Depois de suspender a tabela de preços mínimos de fretes rodoviários da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que gerou protesto dos caminhoneiros, o governo reiniciou negociações com a categoria para rever a tabela. Na semana passada, após se reunir com o setor, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse que a ideia é revisar os custos mínimos do frete a cada seis meses e fechar acordos coletivos anualmente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;