Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Timão promete empenho total até o fim do Brasileiro



19/11/2009 | 07:00


Quem assistiu aos trabalhos do Corinthians, na manhã de ontem, no Parque São Jorge, teve a sensação de que uma decisão importante está por vir. Um treinamento coletivo disputado, corrido e com um treinador irritado no comando. Nem parecia o time que abriu mão de disputar o título do Brasileiro desde a final da Copa do Brasil, em julho.

O motivo de tanto esforço? Colocar ponto final nas insinuações de que para prejudicar os rivais São Paulo e Palmeiras na luta pelo título os jogadores corintianos abririam mão da vitória contra o Flamengo, no próximo dia 29, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

"É um desrespeito ao profissional.Trabalhamos duro para chegar no fim de semana e tirar o pé? Seremos cobrados por vocês (imprensa) e pela torcida. Vamos jogar todos os jogos para ganhar. Quem fala que vamos maneirar contra o Flamengo está muito enganado", desabafou Elias.

Na opinião do corintiano, os comentários sobre o possível favorecimento do Corinthians ao Flamengo é uma forma de desculpa dos rivais para o caso de perderem o título por causa de uma derrota do time.

"Quem tem boca fala o que quer. Já estão arrumando algum motivo para, se o Flamengo for campeão, colocarem a culpa na gente", reclamou o volante, rechaçando qualquer possibilidade de ver corintianos torcendo pelo clube carioca no dia 29.

"Vocês estão malucos que isso vai acontecer. Corintiano comemorar derrota do Corinthians não vai acontecer nunca, mesmo que seja para prejudicar rivais", disse Elias.

Para o camisa sete do Corinthians, a partida de sábado contra o Náutico, no Pacaembu, será mais complicada que a contra o Flamengo.

"Eles vão vir desesperados para escapar do rebaixamento. Já o Flamengo vai ter mais paciência e vai jogar mais calmo", avaliou.

O técnico Mano Menezes parou o treino algumas vezes e reclamou, principalmente dos erros de finalização da equipe. Edno, Boquita e Jorge Henrique foram os mais cobrados.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Timão promete empenho total até o fim do Brasileiro


19/11/2009 | 07:00


Quem assistiu aos trabalhos do Corinthians, na manhã de ontem, no Parque São Jorge, teve a sensação de que uma decisão importante está por vir. Um treinamento coletivo disputado, corrido e com um treinador irritado no comando. Nem parecia o time que abriu mão de disputar o título do Brasileiro desde a final da Copa do Brasil, em julho.

O motivo de tanto esforço? Colocar ponto final nas insinuações de que para prejudicar os rivais São Paulo e Palmeiras na luta pelo título os jogadores corintianos abririam mão da vitória contra o Flamengo, no próximo dia 29, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas.

"É um desrespeito ao profissional.Trabalhamos duro para chegar no fim de semana e tirar o pé? Seremos cobrados por vocês (imprensa) e pela torcida. Vamos jogar todos os jogos para ganhar. Quem fala que vamos maneirar contra o Flamengo está muito enganado", desabafou Elias.

Na opinião do corintiano, os comentários sobre o possível favorecimento do Corinthians ao Flamengo é uma forma de desculpa dos rivais para o caso de perderem o título por causa de uma derrota do time.

"Quem tem boca fala o que quer. Já estão arrumando algum motivo para, se o Flamengo for campeão, colocarem a culpa na gente", reclamou o volante, rechaçando qualquer possibilidade de ver corintianos torcendo pelo clube carioca no dia 29.

"Vocês estão malucos que isso vai acontecer. Corintiano comemorar derrota do Corinthians não vai acontecer nunca, mesmo que seja para prejudicar rivais", disse Elias.

Para o camisa sete do Corinthians, a partida de sábado contra o Náutico, no Pacaembu, será mais complicada que a contra o Flamengo.

"Eles vão vir desesperados para escapar do rebaixamento. Já o Flamengo vai ter mais paciência e vai jogar mais calmo", avaliou.

O técnico Mano Menezes parou o treino algumas vezes e reclamou, principalmente dos erros de finalização da equipe. Edno, Boquita e Jorge Henrique foram os mais cobrados.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;