Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Polícia gaúcha investiga ligação do meia Ânderson a traficante


Nelson Cilo
Do Diário do Grande ABC

24/09/2008 | 07:06


A polícia gaúcha divulgou detalhes de uma investigação que vincula Ânderson ao traficante de drogas Richard Alex da Silva Martins, o Gigi, detido segunda-feira, em Porto Alegre, no apartamento pertencente ao meia do Machester United (Inglaterra). Informações do portal Clic RBS e do jornal Zero Hora revelam que o imóvel fica à Rua Corrêa Lima, no bairro de Menino Deus. O local seria ocasionalmente utilizado pelo ex-craque do Grêmio durante as visitas à capital. segundo relato de um dos funcionários da portaria do prédio.

As investigações do Ministério Público mostram que Gigi dirigiu um dos carros de Ânderson (Porsche Cayenne) para fugir da Colônia Penal Agrícola de Mariante, em Venâncio Aires, no dia 24 de junho. No mesmo dia, o veículo recebeu multa em uma estrada nas imediações daquela cidade situada no interior do Rio Grande do Sul. Posteriormente, a notificação chegou até Ânderson. O MP afirma que mantém escutas telefônicas que podem comprovar o uso do carro.

Apesar de tudo, o Ministério Público ainda não conseguiu estabelecer uma ligação direta entre Ânderson e Gigi - este manteria um relacionamento mais próximo com um amigo do meia da Seleção Brasileira na Olimpíada de Pequim. Ele ainda apareceu na lista do técnico Dunga em alguns jogos das eliminatórias do Mundial de 2010 na África do Sul.

Para complicar, Ronaldinho Gaúcho também estaria indiretamente envolvido no episódio. O MP se refere à transcrição de um diálogo entre os dois jogadores a respeito de um pagode. O traficante seria um dos convidados. Na fita, nenhum deles - Ronaldinho e Ânderson - menciona diretamente a comercialização ou mesmo um suposto consumo de drogas.

A prisão de Gigi ocorreu no início da semana no momento em que a polícia procurava desmontar uma quadrilha no bairro Vila Maria da Conceição. O alvo era Paulo Ricardo dos Santos Silva, o Paulão, tido como chefe de operações do bando. Ele teve a prisão decretada, mas está foragido.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Polícia gaúcha investiga ligação do meia Ânderson a traficante

Nelson Cilo
Do Diário do Grande ABC

24/09/2008 | 07:06


A polícia gaúcha divulgou detalhes de uma investigação que vincula Ânderson ao traficante de drogas Richard Alex da Silva Martins, o Gigi, detido segunda-feira, em Porto Alegre, no apartamento pertencente ao meia do Machester United (Inglaterra). Informações do portal Clic RBS e do jornal Zero Hora revelam que o imóvel fica à Rua Corrêa Lima, no bairro de Menino Deus. O local seria ocasionalmente utilizado pelo ex-craque do Grêmio durante as visitas à capital. segundo relato de um dos funcionários da portaria do prédio.

As investigações do Ministério Público mostram que Gigi dirigiu um dos carros de Ânderson (Porsche Cayenne) para fugir da Colônia Penal Agrícola de Mariante, em Venâncio Aires, no dia 24 de junho. No mesmo dia, o veículo recebeu multa em uma estrada nas imediações daquela cidade situada no interior do Rio Grande do Sul. Posteriormente, a notificação chegou até Ânderson. O MP afirma que mantém escutas telefônicas que podem comprovar o uso do carro.

Apesar de tudo, o Ministério Público ainda não conseguiu estabelecer uma ligação direta entre Ânderson e Gigi - este manteria um relacionamento mais próximo com um amigo do meia da Seleção Brasileira na Olimpíada de Pequim. Ele ainda apareceu na lista do técnico Dunga em alguns jogos das eliminatórias do Mundial de 2010 na África do Sul.

Para complicar, Ronaldinho Gaúcho também estaria indiretamente envolvido no episódio. O MP se refere à transcrição de um diálogo entre os dois jogadores a respeito de um pagode. O traficante seria um dos convidados. Na fita, nenhum deles - Ronaldinho e Ânderson - menciona diretamente a comercialização ou mesmo um suposto consumo de drogas.

A prisão de Gigi ocorreu no início da semana no momento em que a polícia procurava desmontar uma quadrilha no bairro Vila Maria da Conceição. O alvo era Paulo Ricardo dos Santos Silva, o Paulão, tido como chefe de operações do bando. Ele teve a prisão decretada, mas está foragido.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;