Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Nota de Enem incentiva participantes


Vanessa Fajardo
Do Diário do Grande ABC

18/09/2008 | 07:13


Atingir a pontuação de 66,57, a melhor marca entre todas as escolas de Diadema no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) no ano passado, ainda reflete positivamente no Centro Educacional Alexandre Dumas. Ontem, os alunos participaram do Desafio de Redação e assim como no Enem torcem para ter destaque.

Iniciativa do Diário em parceria com a USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul), o concurso vai premiar com uma bolsa de estudos da USCS o autor da melhor redação do 3º ano do Ensino Médio. Os demais estudantes concorrem a computadores, bicicletas e televisões.

Matriculadas no 3º ano do Ensino Médio, Rafaela Constantino Votre, 17 anos, e Michelle Acco Gomes, 18, acreditam que a boa nota da classe no Enem do ano passado mostra que elas também são capazes e os estimulam a manter o resultado. Rafaela fez a redação O Medo do Diferente e abordou o preconceito das pessoas com os moradores de rua. Já Michelle, que pretende cursar Ciências Biológicas, falou da importância da consciência e dos limites com os amigos feitos em espaços públicos. "Gosto de escrever, além disso concorrer a bolsa de estudos é muito bom porque todo mundo aqui quer fazer faculdade", diz.

Eduardo Calzzetta e Douglas Yudi, de 17 anos, também representaram a escola Alexandre Dumas no Desafio de Redação. "Quero estudar Relações Públicas e me interesso pela bolsa de estudos. Mas independentemente da premiação, participar é bom para saber como está nosso desempenho", afirma Yudi. Ele fez o texto O Paradigma da Amizade Utópica com uma relação entre os dois temas propostos no concurso Amizade.com e Amizade na Rua. Já Eduardo conta que, como mora em apartamento, fez um texto baseado nas relações de amizade feitas no prédio. "Também abordei a amizade entre os moradores de rua."

No texto da aluna Marina Souza Silva, 17, aparece uma comparação entre a infância de antigamente onde as crianças criavam seus próprios brinquedos e a de hoje, onde, com medo da violência, jovens se divertem na frente do vídeogame. "Escrever é fundamental e a competição é importante."

Na Escola Estadual Marie Nader Calfat, as alunas Diane Barboza Santos e Jéssica Paloma do Nascimento, ambas com 15 anos, também fizeram as redações ontem. "Contei a história de um homem solitário que não tinha amigos", diz Jéssica.

O Desafio de Redação termina hoje (veja programação de escolas ao lado) e os vencedores serão anunciados no dia 8 de outubro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nota de Enem incentiva participantes

Vanessa Fajardo
Do Diário do Grande ABC

18/09/2008 | 07:13


Atingir a pontuação de 66,57, a melhor marca entre todas as escolas de Diadema no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) no ano passado, ainda reflete positivamente no Centro Educacional Alexandre Dumas. Ontem, os alunos participaram do Desafio de Redação e assim como no Enem torcem para ter destaque.

Iniciativa do Diário em parceria com a USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul), o concurso vai premiar com uma bolsa de estudos da USCS o autor da melhor redação do 3º ano do Ensino Médio. Os demais estudantes concorrem a computadores, bicicletas e televisões.

Matriculadas no 3º ano do Ensino Médio, Rafaela Constantino Votre, 17 anos, e Michelle Acco Gomes, 18, acreditam que a boa nota da classe no Enem do ano passado mostra que elas também são capazes e os estimulam a manter o resultado. Rafaela fez a redação O Medo do Diferente e abordou o preconceito das pessoas com os moradores de rua. Já Michelle, que pretende cursar Ciências Biológicas, falou da importância da consciência e dos limites com os amigos feitos em espaços públicos. "Gosto de escrever, além disso concorrer a bolsa de estudos é muito bom porque todo mundo aqui quer fazer faculdade", diz.

Eduardo Calzzetta e Douglas Yudi, de 17 anos, também representaram a escola Alexandre Dumas no Desafio de Redação. "Quero estudar Relações Públicas e me interesso pela bolsa de estudos. Mas independentemente da premiação, participar é bom para saber como está nosso desempenho", afirma Yudi. Ele fez o texto O Paradigma da Amizade Utópica com uma relação entre os dois temas propostos no concurso Amizade.com e Amizade na Rua. Já Eduardo conta que, como mora em apartamento, fez um texto baseado nas relações de amizade feitas no prédio. "Também abordei a amizade entre os moradores de rua."

No texto da aluna Marina Souza Silva, 17, aparece uma comparação entre a infância de antigamente onde as crianças criavam seus próprios brinquedos e a de hoje, onde, com medo da violência, jovens se divertem na frente do vídeogame. "Escrever é fundamental e a competição é importante."

Na Escola Estadual Marie Nader Calfat, as alunas Diane Barboza Santos e Jéssica Paloma do Nascimento, ambas com 15 anos, também fizeram as redações ontem. "Contei a história de um homem solitário que não tinha amigos", diz Jéssica.

O Desafio de Redação termina hoje (veja programação de escolas ao lado) e os vencedores serão anunciados no dia 8 de outubro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;