Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Deputados aprovam orçamento argentino para 2001


Do Diário do Grande ABC

29/11/2000 | 11:52


A Câmara de Deputados aprovou, em termos gerais, na madrugada desta quarta-feira, depois de quatorze horas de acalorados debates, o projeto de Orçamento 2001, uma das exigências do FMI para liberar uma ``blindagem financeira'' para a Argentina de cerca de US$ 20 bilhoes.

A Aliança de Governo, presidida por Fernando de la Rúa, conseguiu os votos necessários com o apoio de representantes do Partido Açao Democrática (que responde ao ex-ministro da Economia, Domingo Cavallo) e parte dos partidos provinciais, informou a assessoria de imprensa do Congresso. A votaçao foi de 122 a favor, 98 contra e 9 abstençoes.

O Partido Justicialista (PJ, peronista, oposiçao) foi contra, assim como um grupo de parlamentares oficialista críticos.

O texto passa agora para o Senado, onde o PJ tem maioria própria. O projeto do Governo eleva o gasto público de 51,2 para 51,9 bilhoes de pesos (igual em dólares), ao mesmo tempo que considera um déficit maior (de 4,3 a 6,5 bilhoes) e uma estimativa menor de crescimento, passando de 3,7 a 3%.

Satisfeito, o ministro da Economia, José Luis Machinea, deu declaraçoes esta manha à imprensa, afirmando prever que até a próxima semana deve ser obtido um acordo com FMI para que a Argentina receba finalmente a chamada ``blindagem financeira''.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Deputados aprovam orçamento argentino para 2001

Do Diário do Grande ABC

29/11/2000 | 11:52


A Câmara de Deputados aprovou, em termos gerais, na madrugada desta quarta-feira, depois de quatorze horas de acalorados debates, o projeto de Orçamento 2001, uma das exigências do FMI para liberar uma ``blindagem financeira'' para a Argentina de cerca de US$ 20 bilhoes.

A Aliança de Governo, presidida por Fernando de la Rúa, conseguiu os votos necessários com o apoio de representantes do Partido Açao Democrática (que responde ao ex-ministro da Economia, Domingo Cavallo) e parte dos partidos provinciais, informou a assessoria de imprensa do Congresso. A votaçao foi de 122 a favor, 98 contra e 9 abstençoes.

O Partido Justicialista (PJ, peronista, oposiçao) foi contra, assim como um grupo de parlamentares oficialista críticos.

O texto passa agora para o Senado, onde o PJ tem maioria própria. O projeto do Governo eleva o gasto público de 51,2 para 51,9 bilhoes de pesos (igual em dólares), ao mesmo tempo que considera um déficit maior (de 4,3 a 6,5 bilhoes) e uma estimativa menor de crescimento, passando de 3,7 a 3%.

Satisfeito, o ministro da Economia, José Luis Machinea, deu declaraçoes esta manha à imprensa, afirmando prever que até a próxima semana deve ser obtido um acordo com FMI para que a Argentina receba finalmente a chamada ``blindagem financeira''.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;