Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Pleito municipal resgata velhas figuras da política regional

Campanha eleitoral no Grande ABC contabiliza série de tentativas de retorno à vida pública


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

03/10/2020 | 00:01


A campanha eleitoral do Grande ABC irá resgatar velhos nomes da política regional na concorrência por vaga nas Câmaras. O Diário identificou, ao menos, 40 figuras com extensa trajetória na vida pública ou de disputa por voto nas sete cidades, hoje sem mandato, e que agora tentam retomar a carreira. A lista de postulantes vai desde parlamentares com até oito legislaturas a ex-deputados (estadual e federal), ex-prefeituráveis e ex-chefes do Executivo.

Do rol, nove são de Santo André. Entre eles, os ex-prefeitos Carlos Grana (PT) e Aidan Ravin (Republicanos), o ex-deputado federal Vanderlei Siraque (PCdoB, três mandatos) e o ex-prefeiturável Ricardo Alvarez (Psol), que ocupou cadeira na casa por duas legislaturas, à época no PT. Além deles, há registro das candidaturas dos ex-parlamentares Carlos Ferreira (PSB, cinco), Carlos Raposo (PSB, três) e Israel Santana (PMN, três).

Siraque evitou dizer que a campanha agora seja retomada da carreira política. Foi deputado estadual, candidato a prefeito em 2008 e concorreu duas vezes a federal. Ele relatou que não pensava mais em ser candidato, mas recuou da ideia ao avaliar que pode ajudar com sua experiência – a vereadora Bete Siraque, sua mulher, entrou na empreitada ao Paço pelo PT. “Não sei se dá para falar em retomada. Sei que posso ainda contribuir. Não tenho problema em voltar a disputar a vereança, não há constrangimento. Tantos nomes de peso mostram a importância da Câmara, com chances de elevar o nível do debate de cidade.”

São Bernardo contabiliza outros oito nomes no páreo. O cômputo traz a ex-deputada Ana do Carmo (PT), os ex-vereadores Laurentino Hilário (PSC), Zé Ferreira (PT) e Admir Ferro (PSDB), duas vezes nome a vice. Morador da região do Ferrazópolis, Laurentino acumula seis mandatos na bagagem, além de ter exercido o posto de secretário de Obras na primeira gestão de Mauricio Soares. Está fora de cargo público há 12 anos. “Resolvi ser candidato faz 30 dias, depois de pedidos de lideranças. Moro no mesmo bairro há 46 anos. Tenho história de luta com a comunidade, nome limpo, fui presidente da Câmara em duas ocasiões.”

Seis quadros reaparecem em São Caetano, como o ex-deputado Marquinho Tortorello (Avante) e os ex-vereadores Angelo Pavin (Cidadania), Paulo Bottura (Podemos) e Gilberto Costa (Avante), ex-prefeiturável. “Política está no sangue. Acredito que tenho vocação. Quando nasci em vez de chorar eu pedi voto. Gosto de participar. Queria ser candidato a outras coisas, não tive sucesso na ocasião. Enxergo meu tamanho e creio que seja tiro mais certeiro. Dar um passo para trás não é demérito para ninguém. Se não posso ser prefeito neste momento, vou ser vereador e mostrar que sou capaz”, disse Gilberto, que teve quatro mandatos na casa.

Diadema tem quarteto no cenário: os ex-parlamentares Marion de Oliveira (Podemos), João Merenda (Cidadania), Zé Antônio (PT) e Adelson (PSB), postulante a vice em 2004 e 2008. São quatro também em Mauá, entre eles Edgard Grecco (PSDB), José Luiz Cassimiro (PT) e o ex-prefeiturável Rogério Santana, que retornou ao PT após frustração na Rede. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pleito municipal resgata velhas figuras da política regional

Campanha eleitoral no Grande ABC contabiliza série de tentativas de retorno à vida pública

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

03/10/2020 | 00:01


A campanha eleitoral do Grande ABC irá resgatar velhos nomes da política regional na concorrência por vaga nas Câmaras. O Diário identificou, ao menos, 40 figuras com extensa trajetória na vida pública ou de disputa por voto nas sete cidades, hoje sem mandato, e que agora tentam retomar a carreira. A lista de postulantes vai desde parlamentares com até oito legislaturas a ex-deputados (estadual e federal), ex-prefeituráveis e ex-chefes do Executivo.

Do rol, nove são de Santo André. Entre eles, os ex-prefeitos Carlos Grana (PT) e Aidan Ravin (Republicanos), o ex-deputado federal Vanderlei Siraque (PCdoB, três mandatos) e o ex-prefeiturável Ricardo Alvarez (Psol), que ocupou cadeira na casa por duas legislaturas, à época no PT. Além deles, há registro das candidaturas dos ex-parlamentares Carlos Ferreira (PSB, cinco), Carlos Raposo (PSB, três) e Israel Santana (PMN, três).

Siraque evitou dizer que a campanha agora seja retomada da carreira política. Foi deputado estadual, candidato a prefeito em 2008 e concorreu duas vezes a federal. Ele relatou que não pensava mais em ser candidato, mas recuou da ideia ao avaliar que pode ajudar com sua experiência – a vereadora Bete Siraque, sua mulher, entrou na empreitada ao Paço pelo PT. “Não sei se dá para falar em retomada. Sei que posso ainda contribuir. Não tenho problema em voltar a disputar a vereança, não há constrangimento. Tantos nomes de peso mostram a importância da Câmara, com chances de elevar o nível do debate de cidade.”

São Bernardo contabiliza outros oito nomes no páreo. O cômputo traz a ex-deputada Ana do Carmo (PT), os ex-vereadores Laurentino Hilário (PSC), Zé Ferreira (PT) e Admir Ferro (PSDB), duas vezes nome a vice. Morador da região do Ferrazópolis, Laurentino acumula seis mandatos na bagagem, além de ter exercido o posto de secretário de Obras na primeira gestão de Mauricio Soares. Está fora de cargo público há 12 anos. “Resolvi ser candidato faz 30 dias, depois de pedidos de lideranças. Moro no mesmo bairro há 46 anos. Tenho história de luta com a comunidade, nome limpo, fui presidente da Câmara em duas ocasiões.”

Seis quadros reaparecem em São Caetano, como o ex-deputado Marquinho Tortorello (Avante) e os ex-vereadores Angelo Pavin (Cidadania), Paulo Bottura (Podemos) e Gilberto Costa (Avante), ex-prefeiturável. “Política está no sangue. Acredito que tenho vocação. Quando nasci em vez de chorar eu pedi voto. Gosto de participar. Queria ser candidato a outras coisas, não tive sucesso na ocasião. Enxergo meu tamanho e creio que seja tiro mais certeiro. Dar um passo para trás não é demérito para ninguém. Se não posso ser prefeito neste momento, vou ser vereador e mostrar que sou capaz”, disse Gilberto, que teve quatro mandatos na casa.

Diadema tem quarteto no cenário: os ex-parlamentares Marion de Oliveira (Podemos), João Merenda (Cidadania), Zé Antônio (PT) e Adelson (PSB), postulante a vice em 2004 e 2008. São quatro também em Mauá, entre eles Edgard Grecco (PSDB), José Luiz Cassimiro (PT) e o ex-prefeiturável Rogério Santana, que retornou ao PT após frustração na Rede. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;