Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Justiça permite permanência de porta-voz das Farc no Brasil


Do Diário do Grande ABC

17/10/2000 | 00:44


Um juiz federal da cidade de Foz do Iguaçu (Paraná) restituiu nesta segunda-feira o direito de permanecer no Brasil ao ex-sacerdote Francisco Antonio Cadenas Colazzos, porta-voz das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), segundo fontes oficiais.

O juiz também pôs em liberdade Medina, que estava detido há 25 dias na delegacia da Polícia Federal (PF) dessa cidade.

Livre, o colombiano recuperou sua carteira de estrangeiro emitida pelo Brasil e foi para a cidade de Medianeira, a 60km de Foz do Iguaçu, onde tem residência registrada.

Medina foi detido no Paraná quando se apresentou na sede da PF para solicitar a renovaçao de seu visto de permanência, que o governo brasileiro havia cancelado em agosto. Depois da sua prisao, as autoridades trataram de iniciar de imediato o processo de extradiçao.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Justiça permite permanência de porta-voz das Farc no Brasil

Do Diário do Grande ABC

17/10/2000 | 00:44


Um juiz federal da cidade de Foz do Iguaçu (Paraná) restituiu nesta segunda-feira o direito de permanecer no Brasil ao ex-sacerdote Francisco Antonio Cadenas Colazzos, porta-voz das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), segundo fontes oficiais.

O juiz também pôs em liberdade Medina, que estava detido há 25 dias na delegacia da Polícia Federal (PF) dessa cidade.

Livre, o colombiano recuperou sua carteira de estrangeiro emitida pelo Brasil e foi para a cidade de Medianeira, a 60km de Foz do Iguaçu, onde tem residência registrada.

Medina foi detido no Paraná quando se apresentou na sede da PF para solicitar a renovaçao de seu visto de permanência, que o governo brasileiro havia cancelado em agosto. Depois da sua prisao, as autoridades trataram de iniciar de imediato o processo de extradiçao.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;