Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Auditores fiscais garantem atendimento em Santo André


Marcelo de Paula
Do Diário do Grande ABC

25/10/2007 | 07:10


A montagem de um esquema especial de trabalho possibilitou que a greve dos servidores da Receita Previdenciária não prejudicasse o atendimento da Delegacia da Receita Federal na unidade de Santo André.

A informação é do departamento de comunicação do órgão, em Santo André e destaca que o trabalho dos servidores previdenciários está sendo coberto por auditores da própria Receita Federal.

O prejuízo para o contribuinte estaria apenas na demora para a obtenção de certidões negativas e outras solicitações, já que o número de funcionários, com a greve, foi reduzido.

A jurisdição da Receita Federal de Santo André, que engloba as unidades de São Caetano e Mauá recebeu da Receita Previdenciária 33 funcionários. Destes, 13 atuam na unidade andreense.

Os servidores da Receita Previdenciária que foram transferidos para a Receita Federal do Brasil, reivindicam a inclusão automática no plano de carreira do órgão. Segundo os líderes do movimento, um técnico previdenciário faz o mesmo trabalho e ganha a metade de um técnico da Receita Federal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Auditores fiscais garantem atendimento em Santo André

Marcelo de Paula
Do Diário do Grande ABC

25/10/2007 | 07:10


A montagem de um esquema especial de trabalho possibilitou que a greve dos servidores da Receita Previdenciária não prejudicasse o atendimento da Delegacia da Receita Federal na unidade de Santo André.

A informação é do departamento de comunicação do órgão, em Santo André e destaca que o trabalho dos servidores previdenciários está sendo coberto por auditores da própria Receita Federal.

O prejuízo para o contribuinte estaria apenas na demora para a obtenção de certidões negativas e outras solicitações, já que o número de funcionários, com a greve, foi reduzido.

A jurisdição da Receita Federal de Santo André, que engloba as unidades de São Caetano e Mauá recebeu da Receita Previdenciária 33 funcionários. Destes, 13 atuam na unidade andreense.

Os servidores da Receita Previdenciária que foram transferidos para a Receita Federal do Brasil, reivindicam a inclusão automática no plano de carreira do órgão. Segundo os líderes do movimento, um técnico previdenciário faz o mesmo trabalho e ganha a metade de um técnico da Receita Federal.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;