Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Val Baiano e Renê terão de explicar 'mala branca' no STJD


Das Agências

30/10/2009 | 07:00


O procurador-geral do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Paulo Schmitt, vai intimar hoje ou na terça-feira o goleiro Renê e o atacante Val Baiano, do Barueri, para esclarecerem as declarações a uma emissora de rádio, após o jogo contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, dando conta de que teriam recebido incentivo financeiro do Cruzeiro, a chamada mala branca, para que a equipe vencesse os cariocas. E o time paulista venceu, por 2 a 0.

"Caso haja denúncia, a punição para quem ofereceu e recebeu a mala branca é de dois a quatro anos de suspensão. Não há punição aos clubes envolvidos nisso (mala branca) no Código Brasileiro de Justiça Desportiva", explicou Schmitt.

Na entrevista, Val Baiano disse: "O Cruzeiro nos deu essa gratificação, mas, independentemente desse dinheiro, a gente sempre entra para vencer", declarou o atacante à Eldorado/ESPN.

A diretoria do Barueri nega ter sido procurada pelo Cruzeiro. Por meio de nota, informou que comprovado o incentivo, os jogadores serão punidos. O Cruzeiro nega o fato.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Val Baiano e Renê terão de explicar 'mala branca' no STJD

Das Agências

30/10/2009 | 07:00


O procurador-geral do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Paulo Schmitt, vai intimar hoje ou na terça-feira o goleiro Renê e o atacante Val Baiano, do Barueri, para esclarecerem as declarações a uma emissora de rádio, após o jogo contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro, dando conta de que teriam recebido incentivo financeiro do Cruzeiro, a chamada mala branca, para que a equipe vencesse os cariocas. E o time paulista venceu, por 2 a 0.

"Caso haja denúncia, a punição para quem ofereceu e recebeu a mala branca é de dois a quatro anos de suspensão. Não há punição aos clubes envolvidos nisso (mala branca) no Código Brasileiro de Justiça Desportiva", explicou Schmitt.

Na entrevista, Val Baiano disse: "O Cruzeiro nos deu essa gratificação, mas, independentemente desse dinheiro, a gente sempre entra para vencer", declarou o atacante à Eldorado/ESPN.

A diretoria do Barueri nega ter sido procurada pelo Cruzeiro. Por meio de nota, informou que comprovado o incentivo, os jogadores serão punidos. O Cruzeiro nega o fato.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;