Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Hipertensão atinge 69,3% de pacientes da rede pública de S.Bernardo


Adriana Ferraz
Do Diário do Grande ABC

22/04/2008 | 07:00


O primeiro perfil epidemiológico de São Bernardo revela que 69,3% da população adulta atendida na rede pública de saúde da cidade sofre de hipertensão sistêmica, aliada a diabetes. O percentual é considerado alto, levando-se em conta que apenas 35% dos moradores do município pagam convênios médicos.

O resultado do estudo fez com que a secretaria de Saúde alterasse suas prioridades de ação. Segundo o assistente de direção da Pasta, Alessandro Neves, o município está voltado ao tratamento da doença.

 “Os pacientes diagnosticados entram automaticamente no programa Hiperdia (para pessoas com hipertensão e diabetes) e passam a ter prioridade na marcação de consultas, exames e entrega de medicamentos. Com as informações do mapa pudemos melhorar o suporte dado a estas pessoas nas unidades de saúde e regularizar o estoque de remédios nos locais certos”, afirma.

O levantamento, que passará a ser trimestral, visa ainda saber as principais causas que levam à internação, de acordo com a região (confira quadro ao lado). A idéia é otimizar ações e recursos para os diferentes perfis dos moradores.

“A pesquisa constatou, por exemplo, que o Rudge Ramos concentra a população mais idosa, por isso, o bairro receberá investimentos na contratação de geriatras, psicologistas e fisioterapeutas. Já os bairros que ficam depois da balsa, como o Núcleo Santa Cruz, precisam de mais atendimento do programa saúde da família. A área registra os maiores índices de bebês prematuros e o pré-natal deve ser priorizado.”


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;