Fechar
Publicidade

Domingo, 29 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Com time enxuto, Volpi escala seus antigos aliados

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Cargos estratégicos em Ribeirão ficam com figuras próximas do prefeito, que abre espaço a Rio Grande


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

19/01/2021 | 04:09


Eleito para seu terceiro mandato como prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PL) cumpriu a promessa de reduzir quase à metade o número de secretários e, com equipe de primeiro escalão mais enxuta, recorreu a aliados de longa data para pastas mais estratégicas.

Dentre os secretários convocados pelo prefeito, Nonô Nardelli (PL), que comanda a pasta de Governo, e Rosi Ribeiro de Marco, escalada para gerir a Secretaria de Educação, atuaram junto de Volpi em mandatos anteriores. Já os secretários Eduardo Pacheco, de Serviços Jurídicos, e Rubão Fernandes (PL), que comandará Serviços Urbanos, são próximos do liberal.

Volpi herdou a gestão de Adler Kiko Teixeira (PSDB) com 21 departamentos e nomeou 12 secretários. Ao Diário, o chefe do Executivo prometeu que utilizaria esse mandato para impulsionar nova geração da política local, deixando claro que iria escantear figuras passadas que aderiram à campanha de Kiko.

A lista ainda recebe reforço de políticos de Rio Grande da Serra. O ex-prefeito do município Gabriel Maranhão (Cidadania), que não conseguiu eleger sucessor, irá comandar a pasta de Obras, enquanto o ex-vereador Clauricio Bento (DEM) foi escolhido para administrar a Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo. Clauricio é aliado do filho do prefeito, o presidente da Câmara de Ribeirão, Guto Volpi (PL).

O PL, partido do prefeito, também possui considerável representação no secretariado. Além de Rubão, os suplentes Leonardo Biazzi e Marli Silva foram convidados para assumir postos no Executivo. Biazzi assumiu Promoção Social. Marli, Desenvolvimento Econômico. Com essa situação, o terceiro suplente do PL foi convocado para assumir cadeira na Câmara: Sargento Alan.

Volpi tem sustentado que herdou a cidade em dificuldades financeiras, o que poderia prejudicar os investimentos nas secretarias. O prefeito já declarou que Ribeirão deve ter cerca de R$ 250 milhões de restos a pagar. Ele quer realizar espécie de raio X nos cofres da Prefeitura e também das pastas para poder nortear suas ações no comando do Paço de Ribeirão.

Além dos nomes selecionados por Volpi, a gestão da cidade também contará com a presença da primeira-dama Lígia Volpi, que estará à frente do Fundo Social. Já no comando do Imprerp (Instituto Municipal de Previdência de Ribeirão Pires), Volpi escolheu Clayton Soares Santos. O chefe de gabinete de Volpi é outro filho do político, Raphael Volpi.
 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;