Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santos busca ânimo para prosseguir



04/07/2007 | 07:00


O Santos busca nesta quarta, contra o Vasco, a reabilitação no Campeonato Brasileiro: não vence há duas rodadas, com uma campanha ruim e uma pontaria pior ainda (só fez sete gols em oito rodadas). Mas o técnico Vanderlei Luxemburgo aposta que a equipe santista mostrará progresso na partida marcada para começar às 16h, em São Januário.

Luxemburgo também admitiu que, depois do começo ruim, o Santos está cada vez mais longe da conquista do título brasileiro. “Está complicado (ser campeão), mas temos que seguir trabalhando. Se eu deixar de sonhar com coisa boa, vou ter pesadelo”, disse o treinador. “O Goiás obteve uma seqüência de vitórias e está na ponta. Mas isso não é fácil num processo de remontagem do elenco.”

Para Luxemburgo, o Santos tem que ser sempre ambicioso, mesmo que o momento não seja bom. “Não é porque estamos na parte de baixo da tabela que pensaremos somente na zona de rebaixamento. Nossa cabeça está voltada para coisas bonitas, como a (vaga na) Libertadores”, afirmou o treinador.

No treino de ontem, já no Rio, Luxemburgo colocou boa parte do elenco para treinar chutes a gol. Ele ajeitava a bola e pedia para os atletas finalizarem com um leve toque de perna esquerda, encobrindo o goleiro reserva Roger. Durante o trabalho, o atacante Jonas bateu de direita e por baixo, errando a cobrança. E levou uma bronca do treinador. “Se errar de novo, vai dar dez voltas no campo”, avisou.

Pressionado, Jonas falhou novamente e alegou que Roger havia saído de maneira equivocada do gol. O argumento convenceu Luxemburgo, que liberou o atleta do castigo. Por sua vez, o atacante Renatinho teve bom desempenho e foi elogiado pelo treinador durante a atividade.

Hoje, o Santos não poderá contar com três jogadores: o meia Pedrinho e o volante Maldonado estão machucados, enquanto o zagueiro Domingos irá cumprir suspensão. Além disso, o lateral-esquerdo Kléber serve à seleção brasileira que disputa a Copa América na Venezuela.

Assim, como de hábito, Luxemburgo não divulgou a escalação da equipe. “Amanhã (hoje), vocês saberão”, disse o treinador, ao falar com os jornalistas que perguntaram qual seria o time titular do Santos contra o Vasco.

SOBREVIVENTE
Com as saídas de Zé Roberto e Cléber Santana, além da contusão de Maldonado, o volante Rodrigo Souto, de 23 anos, é o sobrevivente do meio-campo do Santos que fez sucesso no primeiro semestre.

E mostra preocupação com a falta de entrosamento do renovado setor santista para o jogo contra o Vasco. “A gente precisa pegar aquele ritmo de antigamente”, disse Rodrigo Souto, ciente de que a tarefa é árdua. “Os três que saíram são jogadores de altíssimo nível.”

Rodrigo Souto atuará também como informante de Luxemburgo, pois já defendeu o Vasco no passado. “Passarei todas características dos atletas que joguei junto”, contou o volante.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santos busca ânimo para prosseguir


04/07/2007 | 07:00


O Santos busca nesta quarta, contra o Vasco, a reabilitação no Campeonato Brasileiro: não vence há duas rodadas, com uma campanha ruim e uma pontaria pior ainda (só fez sete gols em oito rodadas). Mas o técnico Vanderlei Luxemburgo aposta que a equipe santista mostrará progresso na partida marcada para começar às 16h, em São Januário.

Luxemburgo também admitiu que, depois do começo ruim, o Santos está cada vez mais longe da conquista do título brasileiro. “Está complicado (ser campeão), mas temos que seguir trabalhando. Se eu deixar de sonhar com coisa boa, vou ter pesadelo”, disse o treinador. “O Goiás obteve uma seqüência de vitórias e está na ponta. Mas isso não é fácil num processo de remontagem do elenco.”

Para Luxemburgo, o Santos tem que ser sempre ambicioso, mesmo que o momento não seja bom. “Não é porque estamos na parte de baixo da tabela que pensaremos somente na zona de rebaixamento. Nossa cabeça está voltada para coisas bonitas, como a (vaga na) Libertadores”, afirmou o treinador.

No treino de ontem, já no Rio, Luxemburgo colocou boa parte do elenco para treinar chutes a gol. Ele ajeitava a bola e pedia para os atletas finalizarem com um leve toque de perna esquerda, encobrindo o goleiro reserva Roger. Durante o trabalho, o atacante Jonas bateu de direita e por baixo, errando a cobrança. E levou uma bronca do treinador. “Se errar de novo, vai dar dez voltas no campo”, avisou.

Pressionado, Jonas falhou novamente e alegou que Roger havia saído de maneira equivocada do gol. O argumento convenceu Luxemburgo, que liberou o atleta do castigo. Por sua vez, o atacante Renatinho teve bom desempenho e foi elogiado pelo treinador durante a atividade.

Hoje, o Santos não poderá contar com três jogadores: o meia Pedrinho e o volante Maldonado estão machucados, enquanto o zagueiro Domingos irá cumprir suspensão. Além disso, o lateral-esquerdo Kléber serve à seleção brasileira que disputa a Copa América na Venezuela.

Assim, como de hábito, Luxemburgo não divulgou a escalação da equipe. “Amanhã (hoje), vocês saberão”, disse o treinador, ao falar com os jornalistas que perguntaram qual seria o time titular do Santos contra o Vasco.

SOBREVIVENTE
Com as saídas de Zé Roberto e Cléber Santana, além da contusão de Maldonado, o volante Rodrigo Souto, de 23 anos, é o sobrevivente do meio-campo do Santos que fez sucesso no primeiro semestre.

E mostra preocupação com a falta de entrosamento do renovado setor santista para o jogo contra o Vasco. “A gente precisa pegar aquele ritmo de antigamente”, disse Rodrigo Souto, ciente de que a tarefa é árdua. “Os três que saíram são jogadores de altíssimo nível.”

Rodrigo Souto atuará também como informante de Luxemburgo, pois já defendeu o Vasco no passado. “Passarei todas características dos atletas que joguei junto”, contou o volante.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;