Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Paulo busca vitória contra o River Plate para seguir vivo na Libertadores

Estadão Conteúdo  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Morumbi estará lotado para jogo que pode
encaminhar classificação na Libertadores



13/04/2016 | 06:30


A principal contratação do São Paulo para a temporada de 2016 vai ficar fora do jogo mais importante do time no ano até agora. O zagueiro Diego Lugano será reserva na partida desta quarta-feira contra o River Plate, às 21h45, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela Copa Libertadores, e adiar o reencontro com o clima de decisão e a torcida em noite de casa cheia.

O uruguaio contratado no começo do ano e recebido com festa pelos são-paulinos no aeroporto fica como opção por escolha do técnico Edgardo Bauza. O argentino comandou treino no Morumbi, nesta terça-feira, e manteve o time que na semana passada goleou o Trujillanos, da Venezuela, por 6 a 0.

Na segunda-feira, Lugano disse em entrevista que voltou ao São Paulo para vivenciar ocasiões como a desta quarta, com Morumbi lotado em noite de jogo decisivo de Libertadores. Mas para a decepção de muitos torcedores que esgotaram a carga de ingressos, o reencontro do uruguaio com o estádio está adiado. Ou o São Paulo sai do Morumbi praticamente eliminado da Libertadores ou deixa o estádio fortalecido para definir a classificação na última rodada.

Em terceiro lugar no grupo, o São Paulo precisa de duas vitórias nos jogos restantes para não depender de outros resultados. Como a rodada final será na altitude de La Paz, contra o The Strongest, o mais indicado é se garantir como mandante, mesmo que seja contra o último campeão da Libertadores.

"O River campeão do ano passado não é o mesmo de agora. Saíram jogadores importantes, que formavam o pilar do time. Podemos ganhar. Temos chances", provocou o atacante Calleri. O ex-jogador do Boca Juniors é torcedor fanático do clube de La Bombonera, maior rival do River Plate na Argentina.

A necessidade do resultado e a presença massiva da torcida, algo raro no São Paulo em 2016, vão exigir do time paciência e equilíbrio para não se desesperar em busca dos gols. "Ter o estádio cheio significa muito. A torcida vai querer que a gente marque três gols logo no primeiro minuto. Mas vamos ter que continuar calmos", pediu Calleri, artilheiro da Libertadores com cinco gols.

O River Plate treinou no Morumbi logo depois do São Paulo. O técnico Marcelo Gallardo poupou alguns titulares no último fim de semana e aposta no meia D?Alessandro, ex-Internacional, que fez belo gol na semana passada contra o The Strongest.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;