Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Melancolia chega sob polêmica


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

04/08/2011 | 07:00


Em maio, durante a edição deste ano do prestigiado Festival de Cannes, na França, o diretor Lars von Trier (responsável por 'Dançando no Escuro', de 2000, e 'Dogville', de 2003) participou do evento para lançar seu novo filme. Apesar da première, as atenções se viraram para os comentários do cineasta dinamarquês durante uma coletiva de imprensa. Na ocasião, ele afirmou ser nazista e compreender as ações de Adolf Hitler. Conclusão: Trier hoje é considerado persona non grata pela organização da festa.  

Entre as desculpas do diretor e a busca por explicações do que disse, chega amanhã às salas de São Paulo o longa-metragem 'Melancolia'. Complicações extra-filme de lado, o título foi muito aplaudido em sua passagem por Cannes.   A trama mostra o casamento de Justine (Kirsten Dunst), que contou com festa organizada por sua irmã Claire (Charlotte Gainsbourg). Mas o foco não é a cerimônia ou a nova vida da protagonista. Justine se vê encantada pelo estranho planeta Melancolia, que está se aproximando da Terra.  

O choque com o nosso mundo é iminente e leva a todos a lidar com o fim de tudo de diferentes maneiras. Separado em duas partes, o filme parece reunir dois mundos distintos - assim como é o retrato do relacionamento das irmãs. O tom de desarmonia pode incomodar um pouco, mas talvez seja exatamente isso o que o cineasta espere que ocorra (ao contrário das consequências de suas ‘brincadeiras' polêmicas nas entrevistas).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Melancolia chega sob polêmica

Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

04/08/2011 | 07:00


Em maio, durante a edição deste ano do prestigiado Festival de Cannes, na França, o diretor Lars von Trier (responsável por 'Dançando no Escuro', de 2000, e 'Dogville', de 2003) participou do evento para lançar seu novo filme. Apesar da première, as atenções se viraram para os comentários do cineasta dinamarquês durante uma coletiva de imprensa. Na ocasião, ele afirmou ser nazista e compreender as ações de Adolf Hitler. Conclusão: Trier hoje é considerado persona non grata pela organização da festa.  

Entre as desculpas do diretor e a busca por explicações do que disse, chega amanhã às salas de São Paulo o longa-metragem 'Melancolia'. Complicações extra-filme de lado, o título foi muito aplaudido em sua passagem por Cannes.   A trama mostra o casamento de Justine (Kirsten Dunst), que contou com festa organizada por sua irmã Claire (Charlotte Gainsbourg). Mas o foco não é a cerimônia ou a nova vida da protagonista. Justine se vê encantada pelo estranho planeta Melancolia, que está se aproximando da Terra.  

O choque com o nosso mundo é iminente e leva a todos a lidar com o fim de tudo de diferentes maneiras. Separado em duas partes, o filme parece reunir dois mundos distintos - assim como é o retrato do relacionamento das irmãs. O tom de desarmonia pode incomodar um pouco, mas talvez seja exatamente isso o que o cineasta espere que ocorra (ao contrário das consequências de suas ‘brincadeiras' polêmicas nas entrevistas).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;