Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Caetano anuncia projeto de UBS animal com previsão para 2020

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito aponta que equipamento, ainda sem local definido, atenderá por agendamento


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

13/12/2019 | 07:00


A cidade de São Caetano tende a contar com UBS (Unidade Básica de Saúde) animal até o fim de 2020. Essa é a previsão do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), de acordo com projeto em trâmite no Paço. O equipamento, ainda sem local definido, irá concentrar serviços de atenção básica hoje prestados de forma improvisada no CCZ (Centro de Controle de Zoonozes), no bairro Mauá, e destinado, prioritariamente, a moradores da cidade, assim como acontece nas unidades tradicionais, por meio de cadastro do Cartão São Caetano.

Em entrevista coletiva, Auricchio sustentou que a nova UBS “é projeto que está sendo colocado em prática”, dentro da proposta de bem-estar da saúde animal e com conceito de medidas preventivas no pacote. Ponderou, contudo, que o equipamento não possui ligação com o hospital veterinário universitário, em desenvolvimento com a USCS (Universidade Municipal de São Caetano), que já encomendou estudo, mediante assinatura do protocolo de intenções da parceria, e programado para iniciar operação em cerca de seis meses. 

“Primeiro, funcionará sobre agendamento (de consulta). Em segundo lugar, não haverá atendimento de urgência e emergência. É importante que se diga isso, senão começa a confundir as coisas. Urgência será quando tiver o hospital (em convênio com a USCS) disponibilizado. Outra situação é que será prioritária para morador de São Caetano. Ideia é ter esquema de saúde animal preventiva, com vacinação, orientação a distúrbios ligados a meteorologia e tratar de doenças clínicas dos pets, que não requeiram internação ou cirurgia neste tipo de ambulatório”, alegou o prefeito. 

Outra atividade que não deve ser incluída na lista é o serviço de castração. “Será feito de forma mais organizada, ordenada, com agendamento de horário, em área confortável. (Ideia é que) Possa separar horário, primeiro de pequenos animais, além de caninos e felinos. Ter todo esquema de clínica veterinária”, frisou Auricchio. A equipe técnica do Paço avalia entre três e quatro possibilidades de espaço para erguer o equipamento, ainda sem estimativa de investimento. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano anuncia projeto de UBS animal com previsão para 2020

Prefeito aponta que equipamento, ainda sem local definido, atenderá por agendamento

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

13/12/2019 | 07:00


A cidade de São Caetano tende a contar com UBS (Unidade Básica de Saúde) animal até o fim de 2020. Essa é a previsão do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), de acordo com projeto em trâmite no Paço. O equipamento, ainda sem local definido, irá concentrar serviços de atenção básica hoje prestados de forma improvisada no CCZ (Centro de Controle de Zoonozes), no bairro Mauá, e destinado, prioritariamente, a moradores da cidade, assim como acontece nas unidades tradicionais, por meio de cadastro do Cartão São Caetano.

Em entrevista coletiva, Auricchio sustentou que a nova UBS “é projeto que está sendo colocado em prática”, dentro da proposta de bem-estar da saúde animal e com conceito de medidas preventivas no pacote. Ponderou, contudo, que o equipamento não possui ligação com o hospital veterinário universitário, em desenvolvimento com a USCS (Universidade Municipal de São Caetano), que já encomendou estudo, mediante assinatura do protocolo de intenções da parceria, e programado para iniciar operação em cerca de seis meses. 

“Primeiro, funcionará sobre agendamento (de consulta). Em segundo lugar, não haverá atendimento de urgência e emergência. É importante que se diga isso, senão começa a confundir as coisas. Urgência será quando tiver o hospital (em convênio com a USCS) disponibilizado. Outra situação é que será prioritária para morador de São Caetano. Ideia é ter esquema de saúde animal preventiva, com vacinação, orientação a distúrbios ligados a meteorologia e tratar de doenças clínicas dos pets, que não requeiram internação ou cirurgia neste tipo de ambulatório”, alegou o prefeito. 

Outra atividade que não deve ser incluída na lista é o serviço de castração. “Será feito de forma mais organizada, ordenada, com agendamento de horário, em área confortável. (Ideia é que) Possa separar horário, primeiro de pequenos animais, além de caninos e felinos. Ter todo esquema de clínica veterinária”, frisou Auricchio. A equipe técnica do Paço avalia entre três e quatro possibilidades de espaço para erguer o equipamento, ainda sem estimativa de investimento. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;