Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Comissão tenta antecipar depoimento de Orlando Silva


Júnior Carvalho
do dgabc.com.br

23/03/2019 | 07:00


A comissão que analisa pedido de impeachment do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), com base na denúncia de quebra de decoro, pediu que o deputado federal Orlando Silva (PCdoB), arrolado como testemunha do prefeito no processo, antecipe depoimento para o dia 2 de abril, em vez de falar no dia 10, como o parlamentar havia prometido.

O dia e o local (afirmou que atenderia em seu gabinete em Brasília) escolhidos pelo deputado foram vistos com preocupação pelos vereadores, tendo em vista que a tramitação da denúncia vai entrar em seu último mês. O receio é o de que não seja cumprido o prazo legal de 90 dias para decidir sobre a cassação do prefeito. Após esse tempo, a denúncia é arquivada.

Ainda que tenha pelo menos mais um mês pela frente, a comissão também precisa superar impasses envolvendo depoimentos do ex-secretário João Gaspar (PCdoB, Governo) e do próprio prefeito.

No caso de Gaspar, a comissão pediu que defesa de Atila designe um local para que ele seja ouvido até quinta-feira. Embora tenha sido convocado a ir à Câmara, Gaspar tem restrições judiciais para entrar em prédios públicos. A comissão chegou a pedir que a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em Mauá cedesse um espaço para interrogá-lo, mas não obteve sucesso.

Outro fato que também já foi encaminhado pela comissão que investiga quebra de decoro é a substituição de Wagner Damo por Valdir Damo, ambos proprietários da empresa Lara, como testemunha. O primeiro havia sido convocado para dar depoimento no início do mês, mas também faltou. A troca foi solicitada pela própria defesa do prefeito.

Enquanto isso, a comissão que analisa suposta vacância do cargo ainda não deliberou sobre outro pedido da defesa de Atila, que solicitou que o grupo reconsiderasse a ausência do socialista na data marcada para dar seu depoimento, no dia 13, e marcasse nova data para promover a oitiva. Diferentemente da outra comissão, neste caso, o grupo decidiu que não escolheria nova data para ouvir o prefeito. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;