Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Parceria e decepção

Engraçado como a política é campeã em casos de melindres. Num dia, existem dois grandes amigos


Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

19/02/2016 | 07:00


Engraçado como a política é campeã em casos de melindres. Num dia, existem dois grandes amigos. Noutro, a mágoa rompe a relação e estão separados. É o que tem ocorrido com o prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), e o vereador Márcio da Farmácia (PV). Eles eram afinados. Tinham parceria profissional, pública e amical, num processo construído na Câmara, desde quando foram parlamentares juntos ainda pelo PSDB. Saíram juntos para o PV, no projeto de candidatura a prefeito de Lauro, que veio se tornar o comandante do Parque do Paço. Com ajuda na ascensão do colega, Márcio reelegeu-se ao Legislativo e foi alçado a secretário de Obras. Também era confidente, assessor para assuntos aleatórios, conselheiro. Mas veio a eleição de 2014. Márcio foi candidato a deputado federal. Até teve certo apoio do governo Lauro. Mas alguns acordos não foram cumpridos durante a campanha. Fala-se em investimentos em material e equipe que ficaram só na promessa. A tentativa de conquistar cadeira na Câmara Federal naufragou. Os 40.979 votos não foram suficientes para alcançar o objetivo. É sexto suplente da legenda. Teve de voltar a ser vereador para ser candidato. E está lá até hoje. É um parlamentar discreto. Sequer defende a gestão Lauro Michels na tribuna. Essa função está a cargo de Atevaldo Leitão (PSDB), que é o líder do governo, posto inclusive recusado por Márcio. Agora, busca mudar de partido para tentar renovar o mandato em outubro.

Estou aqui!
Superintendente da Sama, Paulo Suares (PT) teve aprovada pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) a planilha financeira de 2013, quando fora presidente da Câmara de Mauá. O petista telefonou para vários secretários e lideranças que fazem parte do grupo político do prefeito Donisete Braga (PT). Os contatos objetivaram passar imagem de bom gestor, pois Suares tenta voltar ao jogo eleitoral para ser vice na chapa de reeleição. O chefe do Executivo defende a abertura da dobrada para partidos aliados.

O palestrante
O presidente do Consórcio Intermunicipal, Luiz Marinho (PT), assinou resolução em que tornam hóspedes oficiais da entidade três palestrantes que participarão do Seminário Regional de Educação Profissional, dias 2 e 3 de março, na Universidade Metodista, em São Bernardo. Serão pagas, portanto, despesas de locomoção e estadia pelo clube de prefeitos. Um deles é Antonio Almerico Biondi Lima, que aparece em algumas fotos com adesivos do PT no peito e em campanha explícita à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). É filiado desde 1989. O doutor em Educação pela Universidade Federal da Bahia foi cogitado para ser secretário da Pasta na gestão de Rui Costa (PT), atual governador baiano.

Mutirão da catarata
Os vereadores de São Bernardo têm responsabilidade gigantesca na apuração do acidente que ocorreu no mutirão da catarata, realizado dia 30 de janeiro no Hospital de Clínicas, em que 27 cirurgias foram feitas, 21 pacientes foram acometidos por infecção e ao menos 18 deles ficaram cegos. É da atribuição dos parlamentares fiscalizar as ações do Executivo, que, neste caso, pública e notoriamente resultaram em danos às pessoas que procuraram o serviço público para sanar o problema ocular e saíram da mesa de operação sem a visão. Tramita no Legislativo pedido de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito). Mas não há assinaturas suficientes para a abertura de averiguação ser apreciado com urgência. Estão usando de manobras regimental e política para evitar que se investigue o que deu errado no mutirão. Enquanto isso, 18 munícipes e suas famílias querem respostas. Querem, ao menos, serem tratados com respeito neste momento sensível. Mas os nobres vereadores, principalmente os governistas, que blindam o Paço, fazem questão de tratar a situação com a mais desprezível frieza. Não é hora de levar em conta cor partidária ou ideologia política. Há de se abraçar esses pacientes e seus parentes, para dar-lhes conforto e resposta. Sem politicagem rasa e vergonhosa. Sem prevaricação! 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;