Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

'Salvador', Luiz diz que vaga é difícil, mas não impossível


Lucas Tieppo
Especial para o Diário

29/03/2010 | 07:01


O goleiro Luiz foi um dos grandes responsáveis pela vitória do São Caetano sobre a Ponte Preta, no sábado, por 2 a 0. Vitória que devolveu ao São Caetano a possibilidade de ainda sonhar com uma das vagas nas semifinais do Campeonato Paulista.

Aos 45 minutos da segunda etapa, Luiz pegou pênalti (que não existiu), quando o Azulão vencia a Macaca por apenas 1 a 0. "Tive a felicidade no lance e ajudei a equipe a vencer. Realmente, a falta não existiu, mas desde o primeiro tempo o juiz estava querendo marcar alguma penalidade", lembrou.

Segundo Luiz, o sonho de se classificar entre os quatro melhores é difícil de se realizar, mas não impossível. "Enquanto tivermos chances vamos continuar a sonhar com a vaga. Muita coisa ainda vai acontecer. A situação é difícil, mas não impossível", afirmou o goleiro.

O São Caetano tem 27 pontos e precisa torcer para que os concorrentes diretos tropecem. "Só posso lamentar também os pontos que deixamos de somar em jogos em casa", criticou o goleiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Salvador', Luiz diz que vaga é difícil, mas não impossível

Lucas Tieppo
Especial para o Diário

29/03/2010 | 07:01


O goleiro Luiz foi um dos grandes responsáveis pela vitória do São Caetano sobre a Ponte Preta, no sábado, por 2 a 0. Vitória que devolveu ao São Caetano a possibilidade de ainda sonhar com uma das vagas nas semifinais do Campeonato Paulista.

Aos 45 minutos da segunda etapa, Luiz pegou pênalti (que não existiu), quando o Azulão vencia a Macaca por apenas 1 a 0. "Tive a felicidade no lance e ajudei a equipe a vencer. Realmente, a falta não existiu, mas desde o primeiro tempo o juiz estava querendo marcar alguma penalidade", lembrou.

Segundo Luiz, o sonho de se classificar entre os quatro melhores é difícil de se realizar, mas não impossível. "Enquanto tivermos chances vamos continuar a sonhar com a vaga. Muita coisa ainda vai acontecer. A situação é difícil, mas não impossível", afirmou o goleiro.

O São Caetano tem 27 pontos e precisa torcer para que os concorrentes diretos tropecem. "Só posso lamentar também os pontos que deixamos de somar em jogos em casa", criticou o goleiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;