Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Botafogo luta para voltar a vencer e afastar a crise



16/11/2013 | 08:00


Conter o abatimento do grupo com os últimos resultados negativos e a saída, após 19 rodadas, da zona de classificação a Libertadores. É o desafio do técnico Oswaldo de Oliveira para que o Botafogo consiga vencer o Atlético-PR neste sábado, às 19h30, no Maracanã, e volte à disputa por uma vaga à competição internacional.

O ambiente no Botafogo é ruim e a torcida vem há duas semanas protestando contra a queda de rendimento do time. A Polícia Militar tem sido chamada para os treinos e os jogadores não conseguem disfarçar o desconforto com a situação.

Até mesmo Seedorf, que fez o papel de porta voz dos jogadores e de mediador com os torcedores mais irritados, já deixou há algum tempo de ser unanimidade entre os botafoguenses. Seu desgaste físico crescente não atenua as críticas da torcida. Na meio da semana, no empate com a Portuguesa (0 a 0, no Maracanã), ele também foi vaiado. Oswaldo de Oliveira é outro alvo e a torcida já pediu em coro que Cuca, hoje no Atlético-MG, o substitua.

Tudo isso pelo acúmulo de resultados ruins a partir do segundo turno do Brasileirão. Uma vaga na Libertadores sempre foi o principal objetivo do Botafogo no campeonato. Estava folgado na pontuação um mês atrás, mas viu o Goiás e o Vitória se aproximarem com perigo.

Agora, o Botafogo ocupa o quinto lugar com 54 pontos, dois atrás do quarto colocado Goiás. E o Vitória vem logo atrás, na sétima posição, com 51 pontos - entre eles aparece o Atlético-MG, que já está classificado para a Libertadores por ser o atual campeão.

No jogo deste sábado, o volante Marcelo Mattos, suspenso, cede a vez para Renato. E Oswaldo de Oliveira ainda mantém uma dúvida: se escalaria Hyuri ou Octávio no meio-de-campo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Botafogo luta para voltar a vencer e afastar a crise


16/11/2013 | 08:00


Conter o abatimento do grupo com os últimos resultados negativos e a saída, após 19 rodadas, da zona de classificação a Libertadores. É o desafio do técnico Oswaldo de Oliveira para que o Botafogo consiga vencer o Atlético-PR neste sábado, às 19h30, no Maracanã, e volte à disputa por uma vaga à competição internacional.

O ambiente no Botafogo é ruim e a torcida vem há duas semanas protestando contra a queda de rendimento do time. A Polícia Militar tem sido chamada para os treinos e os jogadores não conseguem disfarçar o desconforto com a situação.

Até mesmo Seedorf, que fez o papel de porta voz dos jogadores e de mediador com os torcedores mais irritados, já deixou há algum tempo de ser unanimidade entre os botafoguenses. Seu desgaste físico crescente não atenua as críticas da torcida. Na meio da semana, no empate com a Portuguesa (0 a 0, no Maracanã), ele também foi vaiado. Oswaldo de Oliveira é outro alvo e a torcida já pediu em coro que Cuca, hoje no Atlético-MG, o substitua.

Tudo isso pelo acúmulo de resultados ruins a partir do segundo turno do Brasileirão. Uma vaga na Libertadores sempre foi o principal objetivo do Botafogo no campeonato. Estava folgado na pontuação um mês atrás, mas viu o Goiás e o Vitória se aproximarem com perigo.

Agora, o Botafogo ocupa o quinto lugar com 54 pontos, dois atrás do quarto colocado Goiás. E o Vitória vem logo atrás, na sétima posição, com 51 pontos - entre eles aparece o Atlético-MG, que já está classificado para a Libertadores por ser o atual campeão.

No jogo deste sábado, o volante Marcelo Mattos, suspenso, cede a vez para Renato. E Oswaldo de Oliveira ainda mantém uma dúvida: se escalaria Hyuri ou Octávio no meio-de-campo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;