Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Limite de velocidade na Anchieta cai a partir de hoje

Orlando Filho/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Motoristas terão de andar a 70 km/h entre o km 14 e o km 11 da pista sentido Capital


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

04/11/2013 | 07:00


A velocidade máxima no trecho de Planalto da Via Anchieta será reduzida de 90 km/h para 70 km/h a partir de hoje. A alteração é válida para todos os veículos e será aplicada na pista marginal sentido Capital, entre o km 14 e o km 10, em São Bernardo. O limite de 90 km/h será mantido na via local Sul, em direção ao Litoral. O objetivo da mudança, segundo a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), é reduzir o número de acidentes.

Até o dia 24, a medida será de caráter educativo, ou seja, motoristas que passarem dos 70 km/h não serão multados. As autuações por excesso de velocidade a partir desse limite só serão aplicadas a partir do dia 25. A decisão pela redução foi tomada pela Artesp, em conjunto com a concessionária Ecovias e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem). Outras mudanças na aceleração máxima já foram adotadas para o Sistema Anchieta-Imigrantes (leia abaixo).

Para o presidente do Instituto Brasileiro de Ciências do Trânsito, José Almeida Sobrinho, a modificação é positiva e tende a evitar congestionamentos. “Proporciona mais fluidez. Em caso de um gargalo, como o fim da marginal ou acesso a alguma avenida, os motoristas demoram mais para chegar até o ponto de parada. O bloco andando em menor velocidade flui melhor do que um veículo mais rápido que, depois, tenha de parar.” Na opinião de Almeida Sobrinho, a redução do limite é uma tendência para todas as vias.

Já o engenheiro Creso Peixoto, especialista em Transportes e professor da FEI (Fundação Educacional Inaciana), avalia que a principal melhoria será a redução dos índices de acidentes e, consequentemente, de mortos e feridos. “Antes, havia trechos em que o motorista conseguia acelerar mais, mas, depois, tinha de frear. As mudanças repentinas de velocidade geram mais risco de colisões”, explica.

O professor concorda que a diminuição do limite possibilita o aumento no número de veículos por quilômetro. No entanto, acrescenta que não haverá ganho de tempo para os usuários.

Rodovia já teve mudanças em outros pontos

A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) reduziram a velocidade recentemente em outros pontos da Via Anchieta. A última mudança entrou em vigor no dia 11 de setembro, quando o limite caiu de 60 km/h para 50 km/h entre o km 48 e o km 52, no trecho de serra.

Em março do ano passado, foi estabelecido que, em dias de neblina, todos os veículos deveriam trafegar a 40 km/h. Nessas circunstâncias, também foi proibido que motoristas de caminhões façam ultrapassagens.

O trecho de Planalto da Rodovia dos Imigrantes também teve o limite reduzido em julho de 2012. A velocidade máxima caiu de 120 km/h para 110 km/h entre o km 18 e o km 11 da pista Norte, sentido Capital.

AVENIDAS

A Avenida Lions, em São Bernardo, também foi alvo de mudança por parte da Prefeitura. Desde abril, condutores não podem transitar acima de 60 km/h na via rebaixada.
Na Capital, a Avenida Paulista teve a velocidade máxima reduzida para 50 km/h no mês passado. Na região central, 14 vias tiveram limite estabelecido em 40 km/h, entre elas as avenidas Ipiranga, São Luís, Mercúrio e Senador Queirós, além dos viadutos Nove de Julho, Jacareí e Maria Paula.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Limite de velocidade na Anchieta cai a partir de hoje

Motoristas terão de andar a 70 km/h entre o km 14 e o km 11 da pista sentido Capital

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

04/11/2013 | 07:00


A velocidade máxima no trecho de Planalto da Via Anchieta será reduzida de 90 km/h para 70 km/h a partir de hoje. A alteração é válida para todos os veículos e será aplicada na pista marginal sentido Capital, entre o km 14 e o km 10, em São Bernardo. O limite de 90 km/h será mantido na via local Sul, em direção ao Litoral. O objetivo da mudança, segundo a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), é reduzir o número de acidentes.

Até o dia 24, a medida será de caráter educativo, ou seja, motoristas que passarem dos 70 km/h não serão multados. As autuações por excesso de velocidade a partir desse limite só serão aplicadas a partir do dia 25. A decisão pela redução foi tomada pela Artesp, em conjunto com a concessionária Ecovias e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem). Outras mudanças na aceleração máxima já foram adotadas para o Sistema Anchieta-Imigrantes (leia abaixo).

Para o presidente do Instituto Brasileiro de Ciências do Trânsito, José Almeida Sobrinho, a modificação é positiva e tende a evitar congestionamentos. “Proporciona mais fluidez. Em caso de um gargalo, como o fim da marginal ou acesso a alguma avenida, os motoristas demoram mais para chegar até o ponto de parada. O bloco andando em menor velocidade flui melhor do que um veículo mais rápido que, depois, tenha de parar.” Na opinião de Almeida Sobrinho, a redução do limite é uma tendência para todas as vias.

Já o engenheiro Creso Peixoto, especialista em Transportes e professor da FEI (Fundação Educacional Inaciana), avalia que a principal melhoria será a redução dos índices de acidentes e, consequentemente, de mortos e feridos. “Antes, havia trechos em que o motorista conseguia acelerar mais, mas, depois, tinha de frear. As mudanças repentinas de velocidade geram mais risco de colisões”, explica.

O professor concorda que a diminuição do limite possibilita o aumento no número de veículos por quilômetro. No entanto, acrescenta que não haverá ganho de tempo para os usuários.

Rodovia já teve mudanças em outros pontos

A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) reduziram a velocidade recentemente em outros pontos da Via Anchieta. A última mudança entrou em vigor no dia 11 de setembro, quando o limite caiu de 60 km/h para 50 km/h entre o km 48 e o km 52, no trecho de serra.

Em março do ano passado, foi estabelecido que, em dias de neblina, todos os veículos deveriam trafegar a 40 km/h. Nessas circunstâncias, também foi proibido que motoristas de caminhões façam ultrapassagens.

O trecho de Planalto da Rodovia dos Imigrantes também teve o limite reduzido em julho de 2012. A velocidade máxima caiu de 120 km/h para 110 km/h entre o km 18 e o km 11 da pista Norte, sentido Capital.

AVENIDAS

A Avenida Lions, em São Bernardo, também foi alvo de mudança por parte da Prefeitura. Desde abril, condutores não podem transitar acima de 60 km/h na via rebaixada.
Na Capital, a Avenida Paulista teve a velocidade máxima reduzida para 50 km/h no mês passado. Na região central, 14 vias tiveram limite estabelecido em 40 km/h, entre elas as avenidas Ipiranga, São Luís, Mercúrio e Senador Queirós, além dos viadutos Nove de Julho, Jacareí e Maria Paula.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;