Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Equipe de 20 advogados vai defender Saddam Hussein


Da AFP

09/05/2004 | 14:20


Vinte advogados, entre eles um americano, foram contratados pela família de Saddam Hussein para garantir a defesa dele, que está preso desde o dia 13 de dezembro sob a custódia dos Estados Unidos. Os profissionais foram escolhidos pela mulher de Saddam, Sajida, e pelas três filhas do casal, Raghad, Rana e Hala.

De acordo com o jordaniano Mohammad Al-Rachdane, que integra a equipe, os advogados já realizaram reuniões em Amã para preparar a defesa do ex-ditador, a quem os EUA concederam o estatuto de prisioneiro de guerra.

Al-Rachdane também informou que os advogados temem pela vida de Saddam Hussein após a divulgação de fotos mostrando militares americanos torturando detentos iraquianos na prisão de Abu Ghraib, perto de Bagdá.

A mulher e as filhas do ex-presidente iraquiano deram uma procuração a oito advogados jordanianos, quatro egípcios, um marroquino, um libanês, um líbio, dois tunisianos, um suíço, um francês e um americano, que aceitaram assumir a defesa de Saddam.

Na lista não está incluído o advogado francês Jacques Vergès, que havia informado no dia 29 de março ter "sido designado pela família" de Saddam Hussein para assegurar a defesa dele.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Equipe de 20 advogados vai defender Saddam Hussein

Da AFP

09/05/2004 | 14:20


Vinte advogados, entre eles um americano, foram contratados pela família de Saddam Hussein para garantir a defesa dele, que está preso desde o dia 13 de dezembro sob a custódia dos Estados Unidos. Os profissionais foram escolhidos pela mulher de Saddam, Sajida, e pelas três filhas do casal, Raghad, Rana e Hala.

De acordo com o jordaniano Mohammad Al-Rachdane, que integra a equipe, os advogados já realizaram reuniões em Amã para preparar a defesa do ex-ditador, a quem os EUA concederam o estatuto de prisioneiro de guerra.

Al-Rachdane também informou que os advogados temem pela vida de Saddam Hussein após a divulgação de fotos mostrando militares americanos torturando detentos iraquianos na prisão de Abu Ghraib, perto de Bagdá.

A mulher e as filhas do ex-presidente iraquiano deram uma procuração a oito advogados jordanianos, quatro egípcios, um marroquino, um libanês, um líbio, dois tunisianos, um suíço, um francês e um americano, que aceitaram assumir a defesa de Saddam.

Na lista não está incluído o advogado francês Jacques Vergès, que havia informado no dia 29 de março ter "sido designado pela família" de Saddam Hussein para assegurar a defesa dele.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;