Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Atila Jacomussi lança sua candidatura à reeleição em Mauá

Miriam Gimenes/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Já quem o acompanhará como vice-prefeito na empreitada deve ser anunciado daqui a uma semana


Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

05/09/2020 | 12:46


O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB) lançou sua candidatura à reeleição na manhã deste sábado (5), no AA Industrial, em Mauá. Rodeado de centenas de apoiadores, definiu essa campanha como a ''da superacão'', lembrando as vezes em que teve de deixar a cadeira do Executivo. "Tentaram dar o golpe um monte de vezes, mas se Deus fez eu reassumir o cargo quatro vezes ele tinha um propósito", afirmou, lembrando as ocasiões em que foi preso durante o mandato, em razão da Operação Prato-feito.

Atila foi um dos alvos principais da Operação, deflagrada em maio de 2018. Ele foi acusado pela PF e pelo MPF de liderar esquema em Mauá de desvio de recursos públicos em contratos da merenda escolar, em operação capitaneada pelo então secretário de Governo, João Gaspar (PCdoB). Na casa de Atila, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, os policiais encontraram R$ 87 mil em dinheiro vivo escondidos em panelas na cozinha do político. Na residência de Gaspar, foram achados outros R$ 588,4 mil e US$ 1.300, além de quase 3.000 euros.

O agora candidato diz acreditar que leva a vitória no primeiro turno, já que ''o povo está cansado de ver as tentativas de tirá-lo da prefeitura. Já quem o acompanhará como vice-prefeito na empreitada, adianta, deve ser anunciado daqui a uma semana. Vou conversar com os correligionários até sexta e, no sábado já teremos esta definição", garante. ´

O grande número de pessoas no evento, para ele, é sinal de que tem apoio dos munícipes. "Você vê o numero de pessoas que veio aqui durante a pandemia. Não vieram obrigados, não vieram em caravanas. Vieram por vontade própria, por amor a Mauá", afirmou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atila Jacomussi lança sua candidatura à reeleição em Mauá

Já quem o acompanhará como vice-prefeito na empreitada deve ser anunciado daqui a uma semana

Miriam Gimenes
Do Diário do Grande ABC

05/09/2020 | 12:46


O prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB) lançou sua candidatura à reeleição na manhã deste sábado (5), no AA Industrial, em Mauá. Rodeado de centenas de apoiadores, definiu essa campanha como a ''da superacão'', lembrando as vezes em que teve de deixar a cadeira do Executivo. "Tentaram dar o golpe um monte de vezes, mas se Deus fez eu reassumir o cargo quatro vezes ele tinha um propósito", afirmou, lembrando as ocasiões em que foi preso durante o mandato, em razão da Operação Prato-feito.

Atila foi um dos alvos principais da Operação, deflagrada em maio de 2018. Ele foi acusado pela PF e pelo MPF de liderar esquema em Mauá de desvio de recursos públicos em contratos da merenda escolar, em operação capitaneada pelo então secretário de Governo, João Gaspar (PCdoB). Na casa de Atila, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, os policiais encontraram R$ 87 mil em dinheiro vivo escondidos em panelas na cozinha do político. Na residência de Gaspar, foram achados outros R$ 588,4 mil e US$ 1.300, além de quase 3.000 euros.

O agora candidato diz acreditar que leva a vitória no primeiro turno, já que ''o povo está cansado de ver as tentativas de tirá-lo da prefeitura. Já quem o acompanhará como vice-prefeito na empreitada, adianta, deve ser anunciado daqui a uma semana. Vou conversar com os correligionários até sexta e, no sábado já teremos esta definição", garante. ´

O grande número de pessoas no evento, para ele, é sinal de que tem apoio dos munícipes. "Você vê o numero de pessoas que veio aqui durante a pandemia. Não vieram obrigados, não vieram em caravanas. Vieram por vontade própria, por amor a Mauá", afirmou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;