Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Festa nordestina


Ângela Corrêa

16/10/2010 | 07:05


 

Um bom punhado de ritmos nordestinos capazes de inspirar o menos esforçado dos dançarinos é o tom do show que o cantor e compositor paraibano Chico César comanda hoje, às 20h, no espaço de eventos do Sesc Santo André. O repertório é baseado em Francisco Forró y Frevo, seu álbum mais recente, o sétimo da carreira, iniciada no começo dos anos 1990.

O trabalho seguiu-se a quase três anos de divulgação que o anterior, De uns Tempos pra Cá, demandou. Apesar de também ter bastante influência dos sons do interior do Nordeste, esse período da estrada de Chico refletiu mais uma atmosfera de câmera, com apurados arranjos para os instrumentos de cordas.

Esses shows resultaram também no DVD Cantos e Encontos De uns Tempos pra Cá, em que o músico aparece em imagens de estúdio ao lado de intérpretes famosas de suas composições, como Maria Bethânia (Onde Andará o Meu Amor? e A Força que Nunca Seca) e Ana Carolina.

Para improvisar uma festa com sabores regionais a cada show, o músico escolheu mixar as faixas misturando também ritmos como reggae e ska, além de uma pegada eletrônica que areja os arranjos. A guitarra baiana, típica dos trios elétricos, também marca presença. Armandinho, um dos precursores do gênero, é um dos músicos convidados das gravações.

Com exceção da divertida versão para Marcha da Cueca, do conterrâneo Livardo Alves, as músicas são todas de Chico. A banda é formada por Guegué Medeiros (bateria), Xisto Medeiros (baixo), Ricardo Prado (acordeom e samplers) e Priscila Brigante (percussão).

REEDIÇÃO
A gravadora MZA recolocou no mercado Cuscuz Clã (R$ 26), o segundo disco de Chico, que o lançou nacionalmente graças às canções Mama África (regravação da canção que estava em Ao Vivos, o CD de estreia, e À Primeira Vista, que ficou famosa na voz de Daniela Mercury.

Chico César Show Hoje, às 20h. No Sesc Santo André (espaço de eventos) - Rua Tamarutaca, 302. Tel.: 4469-1200. Ingr.: R$ 15 (usuário matriculado no Sesc, pessoas maiores de 60, estudantes e professores da rede pública) a R$ 30.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Festa nordestina

Ângela Corrêa

16/10/2010 | 07:05


 

Um bom punhado de ritmos nordestinos capazes de inspirar o menos esforçado dos dançarinos é o tom do show que o cantor e compositor paraibano Chico César comanda hoje, às 20h, no espaço de eventos do Sesc Santo André. O repertório é baseado em Francisco Forró y Frevo, seu álbum mais recente, o sétimo da carreira, iniciada no começo dos anos 1990.

O trabalho seguiu-se a quase três anos de divulgação que o anterior, De uns Tempos pra Cá, demandou. Apesar de também ter bastante influência dos sons do interior do Nordeste, esse período da estrada de Chico refletiu mais uma atmosfera de câmera, com apurados arranjos para os instrumentos de cordas.

Esses shows resultaram também no DVD Cantos e Encontos De uns Tempos pra Cá, em que o músico aparece em imagens de estúdio ao lado de intérpretes famosas de suas composições, como Maria Bethânia (Onde Andará o Meu Amor? e A Força que Nunca Seca) e Ana Carolina.

Para improvisar uma festa com sabores regionais a cada show, o músico escolheu mixar as faixas misturando também ritmos como reggae e ska, além de uma pegada eletrônica que areja os arranjos. A guitarra baiana, típica dos trios elétricos, também marca presença. Armandinho, um dos precursores do gênero, é um dos músicos convidados das gravações.

Com exceção da divertida versão para Marcha da Cueca, do conterrâneo Livardo Alves, as músicas são todas de Chico. A banda é formada por Guegué Medeiros (bateria), Xisto Medeiros (baixo), Ricardo Prado (acordeom e samplers) e Priscila Brigante (percussão).

REEDIÇÃO
A gravadora MZA recolocou no mercado Cuscuz Clã (R$ 26), o segundo disco de Chico, que o lançou nacionalmente graças às canções Mama África (regravação da canção que estava em Ao Vivos, o CD de estreia, e À Primeira Vista, que ficou famosa na voz de Daniela Mercury.

Chico César Show Hoje, às 20h. No Sesc Santo André (espaço de eventos) - Rua Tamarutaca, 302. Tel.: 4469-1200. Ingr.: R$ 15 (usuário matriculado no Sesc, pessoas maiores de 60, estudantes e professores da rede pública) a R$ 30.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;