Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Picerni estreia no Sto.André hoje e exige estilo pegador


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

16/10/2010 | 07:02


 

"Pega, pega, pega!". A expressão característica de Jair Picerni dará o tom em sua estreia pelo Santo André hoje, às 16h, contra o Figueirense, no Estádio Bruno Daniel. A forte marcação é característica do técnico, que pretende fazer blitz no adversário, atacar com velocidade e conquistar três importantes pontos na luta contra o rebaixamento na Série B do Brasileiro - o time é o 17º, com 29.

Apesar de apenas dois dias para trabalhar com o grupo desde sua chegada, o comandante deixou claro que a equipe já terá um pouco do seu estilo. "Com certeza vai ser um time de muita pegada", admitiu Picerni, que também cobra equilíbrio tático, técnico e emocional do grupo. "É necessário ter dinâmica forte entre ataque e defesa, com aproximação, velocidade e posicionamento que evite o desgaste. Apesar do pouco tempo, tentamos dar equilíbrio ao grupo. Mesmo assim, acredito que me entenderam bem", emendou.

Devidas às proporções, as exigências do treinador e a postura do time em campo se assemelham ao futebol apresentado pelo Ramalhão na campanha vice-campeã do Paulista, na qual o combate era dado desde o ataque e a velocidade do contra-ataque era fatal. Daquela equipe, no entanto, apenas dois atletas estarão em campo hoje: o goleiro Júlio César e o volante Gil. Os outros nove titulares chegaram após o Estadual.

E um deles aproveita a lesão de Cicinho para cavar espaço entre os titulares: o lateral-direito Rafael Lomas. "Ganhei mais essa oportunidade de entrar e espero dar conta, assim como fiz contra o Sport. É hora de agarrar a chance com um novo treinador", destacou o jogador. Outro que deve aparecer é Douglas, em substituição ao suspenso Toninho.

Nas demais posições, inicialmente, Picerni não deve promover alterações. Assim, a base do time que enfrentou São Caetano e Duque de Caxias será mantida. "É necessário conhecer mais o grupo. Mudar depende de maior e melhor avaliação, e ainda não deu tempo de ver", concluiu.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Picerni estreia no Sto.André hoje e exige estilo pegador

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

16/10/2010 | 07:02


 

"Pega, pega, pega!". A expressão característica de Jair Picerni dará o tom em sua estreia pelo Santo André hoje, às 16h, contra o Figueirense, no Estádio Bruno Daniel. A forte marcação é característica do técnico, que pretende fazer blitz no adversário, atacar com velocidade e conquistar três importantes pontos na luta contra o rebaixamento na Série B do Brasileiro - o time é o 17º, com 29.

Apesar de apenas dois dias para trabalhar com o grupo desde sua chegada, o comandante deixou claro que a equipe já terá um pouco do seu estilo. "Com certeza vai ser um time de muita pegada", admitiu Picerni, que também cobra equilíbrio tático, técnico e emocional do grupo. "É necessário ter dinâmica forte entre ataque e defesa, com aproximação, velocidade e posicionamento que evite o desgaste. Apesar do pouco tempo, tentamos dar equilíbrio ao grupo. Mesmo assim, acredito que me entenderam bem", emendou.

Devidas às proporções, as exigências do treinador e a postura do time em campo se assemelham ao futebol apresentado pelo Ramalhão na campanha vice-campeã do Paulista, na qual o combate era dado desde o ataque e a velocidade do contra-ataque era fatal. Daquela equipe, no entanto, apenas dois atletas estarão em campo hoje: o goleiro Júlio César e o volante Gil. Os outros nove titulares chegaram após o Estadual.

E um deles aproveita a lesão de Cicinho para cavar espaço entre os titulares: o lateral-direito Rafael Lomas. "Ganhei mais essa oportunidade de entrar e espero dar conta, assim como fiz contra o Sport. É hora de agarrar a chance com um novo treinador", destacou o jogador. Outro que deve aparecer é Douglas, em substituição ao suspenso Toninho.

Nas demais posições, inicialmente, Picerni não deve promover alterações. Assim, a base do time que enfrentou São Caetano e Duque de Caxias será mantida. "É necessário conhecer mais o grupo. Mudar depende de maior e melhor avaliação, e ainda não deu tempo de ver", concluiu.

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;