Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Trânsito na Lions facilita assaltos

Fotógrafo do Diário teve equipamento roubado por dupla ontem à tarde


Natália Fernandjes

08/11/2011 | 07:00


Além de paciência, trafegar pela Avenida Lions, em São Bernardo, exige cuidado e sorte. O trânsito carregado, registrado principalmente no começo da manhã e fim da tarde por conta das obras para rebaixamento da via e construção de pistas marginais, vem facilitando a vida de assaltantes. Ontem, um repórter fotográfico do Diário teve seu equipamento roubado enquanto fotografava o tráfego de veículos.

No trecho entre o cruzamento da Lions com a Vergueiro até a Via Anchieta, onde o fotógrafo foi abordado por dois indivíduos em uma moto, sendo um deles armado, por volta das 18h30, é possível observar desde pedintes até vendedores ambulantes. "Fico aqui praticamente o dia todo. Só vou para casa almoçar", conta o vendedor de itens como carregadores para celular, capas para volante, água, salgadinho e chocolate Maurício Ferrante, 41 anos. Oportunista, o ambulante aproveitou o trânsito carregado para lucrar há cerca de cinco meses. "Em dias de calor chego a vender 120 garrafinhas de água", revela.

Para aqueles que não têm outra alternativa senão trafegar pela avenida, em obras desde abril de 2010, só resta tentar relaxar com a música do rádio do carro, caso do administrador de empresas Ronaldo Casola, 35 anos. Ele utiliza a avenida para voltar do trabalho, no Ipiranga, em São Paulo. "De manhã faço um caminho alternativo por São Caetano, mas na volta não tem outro jeito", destaca o motorista, que estava há pelo menos 45 minutos na via.

Quem estava utilizando a Lions pela primeira vez também reclamou. "Se eu soubesse que era ruim desse jeito teria procurado outro caminho", considera a engenheira Regia Bueno, 35. A moradora do Centro de São Bernardo preferiu a avenida para seguir em direção ao Rudge Ramos porque achou que o caminho era menor. "Estou há 20 minutos no mesmo trecho (entre Anchieta e Rua Vinte e Um de Abril)."

OBRAS

A previsão é a de que as obras sejam concluídas em dezembro. O projeto, que teve investimento de R$ 25 milhões, prevê a criação de três pistas de rolamento expressas, além de duas marginais para agilizar o deslocamento pela via, que compõe o Corredor ABD - ligação entre Santo André e Diadema.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;