Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Consórcio é selecionado para projeto da União Europeia

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Entidade abre espaço à região em programa de intercâmbio em áreas de Mobilidade, governança e drenagem


Humberto Domiciano
do Diário do Grande ABC

17/10/2017 | 07:00


O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC foi selecionado para fazer parte do IUC (Programa Internacional de Cooperação Urbana), da União Europeia. A iniciativa visa permitir acordos de intercâmbio com países europeus e, ao fim do processo, poderá dar condições ao Consórcio de pleitear recursos com organismos internacionais para implementação de projetos voltados à sustentabilidade e à mobilidade.

Foram protocoladas três solicitações pela entidade no programa, ligadas à Mobilidade Urbana, governança regional e drenagem.

A primeira iniciativa apresentada trata de compartilhar experiências do Grande ABC com as cidades que formam a metrópole de Paris, na França. Na visão do secretário executivo do Consórcio, Fabio Palacio (PR), há pontos em comum. “O serviço de transportes sobre trilhos é muito bom e eficiente em Paris, mas não atinge os municípios da Região Metropolitana, assim como ocorre em São Paulo, que ainda não tem Metrô nas cidades vizinhas”, definiu.

Já a governança regional poderia ser melhorada, na visão do Consórcio, tendo como um possível modelo o agrupamento municipal da região do Vale do Ruhr, na Alemanha. A entidade apresentou projeto para trocar informações com a similar alemã. “Seria bom para conhecermos a maneira que eles encaram projetos regionais, os desafios de Mobilidade, drenagem e sustentabilidade”, acrescentou Palacio.

Por fim, o terceiro projeto apresentado compreende o possível aprendizado de técnicas de drenagem, com a Holanda, país reconhecido por ter boa parte de suas terras estar abaixo do nível do mar.

A cooperação envolve a troca de informações com países europeus, dependendo do projeto que for selecionado. A União Europeia ainda não informou quais foram as iniciativas aprovadas, que ainda dependem da aceitação das cidades do continente europeu. Caso nenhuma das três propostas seja aceita, o próprio IUC buscará similaridades entre as cidades europeias.

Fabio Palacio deve visitar hoje, em Brasília, o escritório da União Europeia para buscar mais informações sobre o assunto. “O trabalho feito em parceria com a União Europeia permitirá um intercâmbio de técnicos, que visitarão uma determinada região do continente para conhecer e trazer a expertise e os técnicos deles virão para o Grande ABC também”, explicou.

De acordo com o edital do IUC, são seis áreas prioritárias para receber cooperação, entre elas estão o planejamento urbano de baixo carbono, construções sustentáveis, mobilidade sustentável, gestão da água, gestão de resíduos sólidos e uso de energia sustentável.

Juntamente com o Consórcio também foram selecionados os municípios de Belo Horizonte (Minas Gerais), Araripina (Pernambuco), Benedito Novo (Santa Catarina), São Leopoldo (Rio Grande do Sul) e Vitória (Espírito Santo). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consórcio é selecionado para projeto da União Europeia

Entidade abre espaço à região em programa de intercâmbio em áreas de Mobilidade, governança e drenagem

Humberto Domiciano
do Diário do Grande ABC

17/10/2017 | 07:00


O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC foi selecionado para fazer parte do IUC (Programa Internacional de Cooperação Urbana), da União Europeia. A iniciativa visa permitir acordos de intercâmbio com países europeus e, ao fim do processo, poderá dar condições ao Consórcio de pleitear recursos com organismos internacionais para implementação de projetos voltados à sustentabilidade e à mobilidade.

Foram protocoladas três solicitações pela entidade no programa, ligadas à Mobilidade Urbana, governança regional e drenagem.

A primeira iniciativa apresentada trata de compartilhar experiências do Grande ABC com as cidades que formam a metrópole de Paris, na França. Na visão do secretário executivo do Consórcio, Fabio Palacio (PR), há pontos em comum. “O serviço de transportes sobre trilhos é muito bom e eficiente em Paris, mas não atinge os municípios da Região Metropolitana, assim como ocorre em São Paulo, que ainda não tem Metrô nas cidades vizinhas”, definiu.

Já a governança regional poderia ser melhorada, na visão do Consórcio, tendo como um possível modelo o agrupamento municipal da região do Vale do Ruhr, na Alemanha. A entidade apresentou projeto para trocar informações com a similar alemã. “Seria bom para conhecermos a maneira que eles encaram projetos regionais, os desafios de Mobilidade, drenagem e sustentabilidade”, acrescentou Palacio.

Por fim, o terceiro projeto apresentado compreende o possível aprendizado de técnicas de drenagem, com a Holanda, país reconhecido por ter boa parte de suas terras estar abaixo do nível do mar.

A cooperação envolve a troca de informações com países europeus, dependendo do projeto que for selecionado. A União Europeia ainda não informou quais foram as iniciativas aprovadas, que ainda dependem da aceitação das cidades do continente europeu. Caso nenhuma das três propostas seja aceita, o próprio IUC buscará similaridades entre as cidades europeias.

Fabio Palacio deve visitar hoje, em Brasília, o escritório da União Europeia para buscar mais informações sobre o assunto. “O trabalho feito em parceria com a União Europeia permitirá um intercâmbio de técnicos, que visitarão uma determinada região do continente para conhecer e trazer a expertise e os técnicos deles virão para o Grande ABC também”, explicou.

De acordo com o edital do IUC, são seis áreas prioritárias para receber cooperação, entre elas estão o planejamento urbano de baixo carbono, construções sustentáveis, mobilidade sustentável, gestão da água, gestão de resíduos sólidos e uso de energia sustentável.

Juntamente com o Consórcio também foram selecionados os municípios de Belo Horizonte (Minas Gerais), Araripina (Pernambuco), Benedito Novo (Santa Catarina), São Leopoldo (Rio Grande do Sul) e Vitória (Espírito Santo). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;