Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Descontentes ameaçam apoiar Irene


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

16/01/2012 | 07:10


A vereadora Irene dos Santos, que requisitou prévias no PT de Diadema pela indicação do candidato à Prefeitura, começa a ganhar apoios internos para desbancar o projeto de reeleição de Mário Reali (PT). A Articulação de Esquerda, tendência apoiadora de Irene, tem negociado com descontentes da atual administração e petistas que não foram contemplados com cargos importantes no governo.

Quando protocolou pedido de prévias, no fim do ano passado, a parlamentar tinha poucas chances de emplacar o pleito interno. Cálculos de dirigentes da legenda mostravam que a Articulação de Esquerda contava com pouco mais de 15% da militância. Pelas novas regras implementadas no 4º Congresso do PT, a realização de disputa na legenda só aconteceria se recebesse aval de dois terços da sigla.

"Tem muita gente que não está contente com a administração do Mário. Sabemos que o governo pegou uma situação financeira delicada, mas tem gente que não tem essa sensibilidade. Além disso, há pessoas que não foram contempladas com cargos. Tudo isso aumenta a candidatura da Irene", confidenciou um petista que não quis se identificar.

Amanhã a executiva do PT se reúne para iniciar as definições dos passos eleitorais em Diadema. Uma das etapas estipuladas pelo diretório é a eleição de delegados partidários. Pelo estatuto petista, se o pedido de prévia não for referendado por dois terços da militância, o requerimento será alçado ao conselho de 180 delegados eleitos. Para homologar o pleito interno, Irene precisaria de 91 votos.

Apoiadores de Reali articulam evitar as prévias. O atual prefeito recebeu apoio dos vereadores José Queiroz Neto, o Zé do Norte; Manoel Eduardo Marinho, o Maninho; Orlando Vitoriano e José Antônio da Silva. Além disso, o presidente do diretório petista de Diadema, Josemundo Queiroz, o Josa, manifestou endosso à reeleição do chefe do Executivo.

"Não vejo necessidade de prévia. O Mário vem fazendo uma grande gestão e isso o credencia a disputar a reeleição. No que depender de mim, vamos encerrar esse pedido de prévias", enfatizou Josa. Irene não retornou os contatos do Diário.

PUNIÇÃO

O diretório poderá discutir na reunião de amanhã se Irene receberá alguma punição por ter votado contra o projeto de diminui o repasse de alíquota para o Instituto de Previdência do Servidor Municipal de Diadema. Na última sessão de 2011, a bancada do PT pediu votação englobada a favor do polêmico texto, que pode gerar rombo de R$ 80,8 milhões na autarquia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;