Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 11 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Dois presídios na Sérvia sofrem rebelioes


Do Diário do Grande ABC

07/11/2000 | 00:11


O presídio de Nis (sul da Sérvia) sofrem uma rebeliao nesta segunda-feira, 24 horas depois de outro protesto de presos na Sremska Mitrovica (norte), ambos para exigir melhores condiçoes de vida.

A rebeliao no Sremska Mitrovica, o maior presídio do país, acabou nesta segunda-feira à noite, depois que as autoridades aceitaram as exigências dos presos.

``A maioria deles voltou para suas celas, mas há um núcleo resistente que exige anistia incondicional e que prossegue o movimento, ameaçando de morte aqueles que desistirem'', informou uma fonte do governo.

Três pessoas ficaram feridas, depois de um acerto de contas entre os presos.

Em Nis (sul), entre 500 e 600 presos, protestavam do alto dos telhados do presídio contra as condiçoes de vida e exigiam a demissao do diretor.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dois presídios na Sérvia sofrem rebelioes

Do Diário do Grande ABC

07/11/2000 | 00:11


O presídio de Nis (sul da Sérvia) sofrem uma rebeliao nesta segunda-feira, 24 horas depois de outro protesto de presos na Sremska Mitrovica (norte), ambos para exigir melhores condiçoes de vida.

A rebeliao no Sremska Mitrovica, o maior presídio do país, acabou nesta segunda-feira à noite, depois que as autoridades aceitaram as exigências dos presos.

``A maioria deles voltou para suas celas, mas há um núcleo resistente que exige anistia incondicional e que prossegue o movimento, ameaçando de morte aqueles que desistirem'', informou uma fonte do governo.

Três pessoas ficaram feridas, depois de um acerto de contas entre os presos.

Em Nis (sul), entre 500 e 600 presos, protestavam do alto dos telhados do presídio contra as condiçoes de vida e exigiam a demissao do diretor.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;