Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vexame e descaso afligem Sto.André


Fernando Cappelli
Do Diário do Grande ABC

14/07/2010 | 07:11


O vexatório sétimo lugar na classificação parcial dos Jogos Regionais mostra que o plano principal de Santo André de figurar novamente entre as primeiras colocadas - proposto desde o ano passado, quando a cidade foi anfitriã e manteve-se na Primeira Divisão - dificilmente será alcançado, já que a competição termina sábado e restam apenas oito modalidades para serem finalizadas.

Não bastasse o desempenho abaixo do esperado, alguns atletas e técnicos da cidade criticaram a ausência do diretor de Esportes, Almir Padalino, que esteve de férias nos Estados Unidos até a metade do torneio. Eles acreditam que o ocorrido demonstrou descaso da administração.

Consultado ontem pela equipe do Diário, o dirigente se defendeu. Segundo ele, no período em que ficou fora, a delegação do município foi comandada por Cláudio dos Santos (seu assistente), que acompanhou a abertura e os primeiros dias com os participantes.

"Acompanharei neste fim de semana. Acho importante minha presença e estarei lá, mas o meu trabalho não é feito nos Jogos. Minha participação é mais decisiva na preparação e organização durante o ano, para que na competição nossos atletas possam desempenhar o melhor de suas potencialidades", afirmou Padalino.

Sobre perder novamente outra chance de recuperar parte da tradição andreense nos Regionais, fato almejado há anos, o diretor adotou o discurso usual. "Fazer avaliação durante a competição é prematuro. Ainda acredito que teremos participação parecida com a do ano passado, quando ficamos em quarto lugar", completou. (Colaborou Bianca Daga)

Delegações dependem de dirigentes
Em competições como os Jogos Regionais e Abertos do Interior, os diretores ou secretários de Esportes das cidades marcam presença agilizando problemas administrativos durante o evento ou mesmo defendendo os atletas junto ao comitê organizador.

A ausência do diretor de Esportes de Santo André, Almir Padalino, no Guarujá, foi destacada por alguns atletas que não quiseram se identificar. "Seria importante se ele estivesse conosco, nos apoiando", disse um deles.

O time feminino de basquete, que em junho foi vice-campeão paulista, estreou ontem na competição e nenhuma autoridade marcou presença na partida.

A técnica Laís Elena ressaltou que espera pela presença dos dirigentes esportivos nos próximos jogos. "Hoje (ontem), era um jogo fácil e não tinha tanto problema, Mas será importante que eles venham acompanhar os próximos."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vexame e descaso afligem Sto.André

Fernando Cappelli
Do Diário do Grande ABC

14/07/2010 | 07:11


O vexatório sétimo lugar na classificação parcial dos Jogos Regionais mostra que o plano principal de Santo André de figurar novamente entre as primeiras colocadas - proposto desde o ano passado, quando a cidade foi anfitriã e manteve-se na Primeira Divisão - dificilmente será alcançado, já que a competição termina sábado e restam apenas oito modalidades para serem finalizadas.

Não bastasse o desempenho abaixo do esperado, alguns atletas e técnicos da cidade criticaram a ausência do diretor de Esportes, Almir Padalino, que esteve de férias nos Estados Unidos até a metade do torneio. Eles acreditam que o ocorrido demonstrou descaso da administração.

Consultado ontem pela equipe do Diário, o dirigente se defendeu. Segundo ele, no período em que ficou fora, a delegação do município foi comandada por Cláudio dos Santos (seu assistente), que acompanhou a abertura e os primeiros dias com os participantes.

"Acompanharei neste fim de semana. Acho importante minha presença e estarei lá, mas o meu trabalho não é feito nos Jogos. Minha participação é mais decisiva na preparação e organização durante o ano, para que na competição nossos atletas possam desempenhar o melhor de suas potencialidades", afirmou Padalino.

Sobre perder novamente outra chance de recuperar parte da tradição andreense nos Regionais, fato almejado há anos, o diretor adotou o discurso usual. "Fazer avaliação durante a competição é prematuro. Ainda acredito que teremos participação parecida com a do ano passado, quando ficamos em quarto lugar", completou. (Colaborou Bianca Daga)

Delegações dependem de dirigentes
Em competições como os Jogos Regionais e Abertos do Interior, os diretores ou secretários de Esportes das cidades marcam presença agilizando problemas administrativos durante o evento ou mesmo defendendo os atletas junto ao comitê organizador.

A ausência do diretor de Esportes de Santo André, Almir Padalino, no Guarujá, foi destacada por alguns atletas que não quiseram se identificar. "Seria importante se ele estivesse conosco, nos apoiando", disse um deles.

O time feminino de basquete, que em junho foi vice-campeão paulista, estreou ontem na competição e nenhuma autoridade marcou presença na partida.

A técnica Laís Elena ressaltou que espera pela presença dos dirigentes esportivos nos próximos jogos. "Hoje (ontem), era um jogo fácil e não tinha tanto problema, Mas será importante que eles venham acompanhar os próximos."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;