Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

GM deposita R$ 16,4 mi e valor deve ser repassado a metalúrgicos


Michele Loureiro
Do Diário do Grande ABC

03/07/2009 | 07:05


Depois de 93 dias de impasse, os 128 trabalhadores demitidos da Cross Hueller, metalúrgica em Diadema, estão mais próximos de receber os encargos trabalhistas. A GM (General Motors) depositou R$ 16,4 milhões na conta da empresa, depois de cancelar encomenda de equipamentos, no valor de R$ 43 milhões.

Segundo os trabalhadores, que estão acampados em frente à sede da empresa há quase três meses, a juíza que cuida do caso prometeu repassar parte o dinheiro para o pagamento das rescisões, que somam cerca de R$ 6 milhões.

Porém, a sorte parece não estar do lado dos funcionários, já que a representante da Justiça entrou de férias esta semana e o processo será atrasado.

"Esperamos receber até o fim do mês. Estamos enfrentando dificuldades financeiras. Ontem, trabalhadores da comissão de fábrica da Ford nos doaram 40 cestas básicas. Tem sido assim, estamos no mantendo à base de doações", lamentou Célio Morgado, um dos demitidos da empresa.

HISTÓRICO
A Cross Huller fechou as portas depois que a GM desistiu da compra de 26 máquinas, que seriam levadas para a nova unidade da montadora em Joinville (SC). A empresa afirmou que houve alteração no cronograma de investimentos no empreendimento, que foi prejudicado com as fortes chuvas no início do ano na Região Sul.

Depois de depositar a quantia referente aos produtos que já estavam prontos, a GM retirou sete máquinas da empresa de Diadema. "Estamos fazendo vigília na porta da companhia e só autorizamos a retirada dos equipamentos porque tivemos a confirmação do depósito", explicou o trabalhador.

Os funcionários afirmaram que só deixarão o local quando todos receberem. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;