Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Apesar de IOF, investidor externo alavanca títulos



18/07/2008 | 07:00


Mesmo com a cobrança do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), os investimentos de estrangeiros em títulos do Tesouro Nacional mantiveram a tendência de crescimento dos últimos meses, embora em ritmo mais lento.

Dados do Tesouro Nacional mostram que a participação de investidores estrangeiros no total da dívida pública interna subiu R$ 3,74 bilhões de março para maio, totalizando R$ 76,91 bilhões. Esse valor equivale a 6,20% de R$ 1,24 trilhão da DPMFi (Dívida Pública Mobiliária Federal Interna).

A taxação de 1,5% do IOF nas aplicações de estrangeiros em renda fixa foi imposta em março pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, para conter o ingresso de dólares no País e segurar a excessiva valorização do real frente à moeda americana. O governo queria esfriar o ingresso de recursos externos por esse mercado que, em janeiro, foi de R$ 1,6 bilhão.

A participação de estrangeiros, em janeiro, era de R$ 59,71 bilhões - ou 4,96% do total da dívida -, marca que subiu a 5,68% em fevereiro. "Embora em velocidade menor, a participação de estrangeiros continuou aumentando", disse o secretário-adjunto do Tesouro, Paulo Valle. "No primeiro momento, o impacto existiu no investidor de curto prazo. Mas o investimento de longo prazo é pouco afetado."

Valle destacou que o Brasil continua sendo um país de atração de investimentos estrangeiros pela melhoria dos seus fundamentos econômicos. Os investimentos estrangeiros em títulos da dívida interna tiveram forte aumento desde o início de 2006, quando as aplicações foram incentivadas pela isenção de 15% no Imposto de Renda. A participação de estrangeiros era menor do que 1% da dívida. Esses investimentos aumentaram com a proximidade da concessão do grau de investimento.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;