Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Peixe enfrenta o líder Noroeste de olho no clássico


Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC
Com Agências

08/02/2006 | 08:46


As vaias da torcida após a vexatória derrota para a Portuguesa Santista ainda estão na mente da equipe do Santos. Nesta quarta, às 20h30 (Sportv), na Vila Belmiro, o adversário será o líder Noroeste e a ordem é garantir a vitória a todo custo, sob pena de ver as chances de conquista do Campeonato Paulista se extinguirem. Além disso, será necessário adquirir ânimo para domingo, quando o time encara o Corinthians, no Morumbi. “São confrontos diretos e se tivermos resultados ruins, ficaremos muito distantes de equipes que estão na frente”, explica o técnico Vanderlei Luxemburgo.

O treinador teve de mexer bastante no time para o jogo contra o Noroeste. Ele não poderá contar com o atacante Jonas, contundido, e com o lateral-esquerdo Kléber, suspenso. Apesar de ter dito que ainda não havia definido os substitutos, ele escalou o novato Carlinhos na lateral-esquerda e depois o substituiu por Wendel durante o coletivo desta terça.

A vez, porém, deverá ser de Carlinhos. “Ainda não sei se começarei jogando, mas quero aproveitar essa oportunidade, se ela surgir”, disse o lateral. No ataque, uma boa surpresa: Reinaldo se entendeu bem com Geílson, que marcou três gols no primeiro tempo do coletivo e depois foi substituído por Galvão. Mesmo sem a definição, a dupla de atacantes deverá ser a que começou o treino. “Conversei com o Geílson antes do treinamento e disse para ele se movimentar bastante na área porque o time tem bons lançadores e ele receberá muita bola”, diz Reinaldo.

Noroeste – Com humildade, mas consciente de suas possibilidades, o Noroeste espera manter a liderança isolada do Paulistão na Vila Belmiro. Apesar do discurso de pés no chão, o técnico Paulo Comelli não tem problemas de suspensão e garante que não jogará recuado. “Não me iludo com essa liderança. Temos de ter consciência que a competição é muito difícil. Por outro lado, não vejo porque mudar minha forma de jogar se está dando certo”, garante o treinador.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;