Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Presa dupla que aterrorizava comércio


Rogério Gatti
Do Diário do Grande ABC

10/08/2007 | 07:12


Dois primos que aterrorizavam os comerciantes da Estrada dos Casa, no Jardim Ipê, foram presos na manhã de ontem, em São Bernardo. Eles são acusados de assaltos e extorsão. A polícia ainda investiga o envolvimento da dupla em seqüestros na região.

Rafael Cardoso Pereira, 20 anos, o Rafinha, e seu primo, Fabiano Cardoso Gomes dos Santos, 30, foram detidos ao sair de casa, na Rua dos Carvalhos, no mesmo bairro onde cometiam os assaltos.

Farmácias, avícolas, vendas, lojas, depósitos e outros comércios da Estrada dos Casa eram alvos da dupla havia quatro meses.

O dono de um estabelecimento que foi assaltado quatro vezes disse que nas primeiras vezes Rafinha foi ao local armado. Das outras, apenas simulava ter uma arma embaixo da camisa.

Segundo a vítima, que preferiu não revelar o nome, ele chegou a ser extorquido. “Uma vez, ele pediu R$ 50 para não cometer o assalto.”

Um outro comerciante disse que em um dos três assaltos que sofreu, Rafinha saiu do estabelecimento atirando para o alto. “Parecia que estava comemorando.”

Os policias do 3ºDP de São Bernardo investigavam Rafinha havia três meses.

Até o fim da tarde de ontem, os suspeitos haviam sido reconhecidos por sete vítimas, mas a polícia acredita que esse número deve aumentar com a prisão dos dois. Além dos comércios, os dois também assaltavam pessoas nos pontos de ônibus.

HISTÓRICO

Essa é a primeira vez que Rafinha vai responder por roubo, mas no seu currículo criminal o jovem acumula duas passagens pela Fundação Casa (ex-Febem).

Sua primeira passagem foi aos 15 anos, por roubo. Saiu depois de um ano, mas voltou por assalto e tráfico de drogas. Permaneceu na Febem até os 18 anos. Seu primo, Fabiano, foi preso uma vez por assalto e estava em liberdade.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Presa dupla que aterrorizava comércio

Rogério Gatti
Do Diário do Grande ABC

10/08/2007 | 07:12


Dois primos que aterrorizavam os comerciantes da Estrada dos Casa, no Jardim Ipê, foram presos na manhã de ontem, em São Bernardo. Eles são acusados de assaltos e extorsão. A polícia ainda investiga o envolvimento da dupla em seqüestros na região.

Rafael Cardoso Pereira, 20 anos, o Rafinha, e seu primo, Fabiano Cardoso Gomes dos Santos, 30, foram detidos ao sair de casa, na Rua dos Carvalhos, no mesmo bairro onde cometiam os assaltos.

Farmácias, avícolas, vendas, lojas, depósitos e outros comércios da Estrada dos Casa eram alvos da dupla havia quatro meses.

O dono de um estabelecimento que foi assaltado quatro vezes disse que nas primeiras vezes Rafinha foi ao local armado. Das outras, apenas simulava ter uma arma embaixo da camisa.

Segundo a vítima, que preferiu não revelar o nome, ele chegou a ser extorquido. “Uma vez, ele pediu R$ 50 para não cometer o assalto.”

Um outro comerciante disse que em um dos três assaltos que sofreu, Rafinha saiu do estabelecimento atirando para o alto. “Parecia que estava comemorando.”

Os policias do 3ºDP de São Bernardo investigavam Rafinha havia três meses.

Até o fim da tarde de ontem, os suspeitos haviam sido reconhecidos por sete vítimas, mas a polícia acredita que esse número deve aumentar com a prisão dos dois. Além dos comércios, os dois também assaltavam pessoas nos pontos de ônibus.

HISTÓRICO

Essa é a primeira vez que Rafinha vai responder por roubo, mas no seu currículo criminal o jovem acumula duas passagens pela Fundação Casa (ex-Febem).

Sua primeira passagem foi aos 15 anos, por roubo. Saiu depois de um ano, mas voltou por assalto e tráfico de drogas. Permaneceu na Febem até os 18 anos. Seu primo, Fabiano, foi preso uma vez por assalto e estava em liberdade.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;