Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Incêndio deixa quatro mortos na Austrália


Do Diário OnLine
Com AFP

20/01/2003 | 09:20


Um incêndio que atinge a região de Canberra, na Austrália, provocou a morte de quatro pessoas. Nos últimos dias, milhares de pessoas tiveram de deixar as suas casas, que foram destruídas pelo fogo. O trânsito em algumas estradas foi proibido e o fornecimento de energia elétrica foi cortado em algumas regiões.

Nesta segunda-feira, as autoridades australianas anunciaram que vão abrir uma investigação sobre a falta de preparo para lutar contra violentos incêndios florestais, classificados como "tempestades de fogo" pelos bombeiros.

Diante das críticas de incompetência dos serviços de combate a incêndios, a principal autoridade da capital Jon Stanhope pediu para ser questionado pessoalmente em vez dos bombeiros. Ele destacou que estes arriscam suas vidas para combater o pior incêndio florestal de toda história da Austrália.

Quatro pessoas morreram e centenas ficaram feridas nestes incêndios que atingiram Canberra em três frentes no sábado e depois destruíram cerca de 400 casas dos bairros a Oeste, obrigando 2,5 mil pessoas a fugirem.

Os serviços de combate ao fogo reconheceram ter sido completamente superados pelo muro de chamas que afetou a parte Oeste da capital. O chefe dos bombeiros Peter Lucas-Smith declarou nesta segunda-feira que em 30 anos de serviços não tinha visto algo parecido, como uma "tempestade de fogo", que, segundo ele, é a combinação de um fenômeno meteorológico incomum e da seca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Incêndio deixa quatro mortos na Austrália

Do Diário OnLine
Com AFP

20/01/2003 | 09:20


Um incêndio que atinge a região de Canberra, na Austrália, provocou a morte de quatro pessoas. Nos últimos dias, milhares de pessoas tiveram de deixar as suas casas, que foram destruídas pelo fogo. O trânsito em algumas estradas foi proibido e o fornecimento de energia elétrica foi cortado em algumas regiões.

Nesta segunda-feira, as autoridades australianas anunciaram que vão abrir uma investigação sobre a falta de preparo para lutar contra violentos incêndios florestais, classificados como "tempestades de fogo" pelos bombeiros.

Diante das críticas de incompetência dos serviços de combate a incêndios, a principal autoridade da capital Jon Stanhope pediu para ser questionado pessoalmente em vez dos bombeiros. Ele destacou que estes arriscam suas vidas para combater o pior incêndio florestal de toda história da Austrália.

Quatro pessoas morreram e centenas ficaram feridas nestes incêndios que atingiram Canberra em três frentes no sábado e depois destruíram cerca de 400 casas dos bairros a Oeste, obrigando 2,5 mil pessoas a fugirem.

Os serviços de combate ao fogo reconheceram ter sido completamente superados pelo muro de chamas que afetou a parte Oeste da capital. O chefe dos bombeiros Peter Lucas-Smith declarou nesta segunda-feira que em 30 anos de serviços não tinha visto algo parecido, como uma "tempestade de fogo", que, segundo ele, é a combinação de um fenômeno meteorológico incomum e da seca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;