Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Agressão poderia tirar jogador da A-2


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

07/04/2015 | 07:00


Caso a atitude irresponsável do meia Michael em agredir o fotógrafo Claudinei Plaza, do Diário, tivesse ocorrido ao lado do gramado e o árbitro do jogo tivesse percebido e citado o fato na súmula, o jogador ficaria praticamente fora do restante da Série A-2 do Paulista.

Segundo advogados especializados em Justiça desportiva ouvidos pelo Diário, caso o juiz tivesse flagrado a agressão teria de colocar o fato na súmula e depois o Tribunal de Justiça Desportiva iria analisar o caso.

Provavelmente, Michael seria enquadrado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê suspensão de quatro a 12 partidas para jogadores que cometem agressões consideradas leves, como socos e chutes. Se o agredido tivesse constatada lesão corporal grave, a pena poderia ser de oito a 24 partidas.

Procurada ontem pelo Diário, a Federação Paulista foi sucinta ao lamentar o ocorrido. Em resposta enviada por e-mail, a entidade disse que “é veementemente contra qualquer tipo de agressão”, evitando se prolongar no assunto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Agressão poderia tirar jogador da A-2

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

07/04/2015 | 07:00


Caso a atitude irresponsável do meia Michael em agredir o fotógrafo Claudinei Plaza, do Diário, tivesse ocorrido ao lado do gramado e o árbitro do jogo tivesse percebido e citado o fato na súmula, o jogador ficaria praticamente fora do restante da Série A-2 do Paulista.

Segundo advogados especializados em Justiça desportiva ouvidos pelo Diário, caso o juiz tivesse flagrado a agressão teria de colocar o fato na súmula e depois o Tribunal de Justiça Desportiva iria analisar o caso.

Provavelmente, Michael seria enquadrado no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que prevê suspensão de quatro a 12 partidas para jogadores que cometem agressões consideradas leves, como socos e chutes. Se o agredido tivesse constatada lesão corporal grave, a pena poderia ser de oito a 24 partidas.

Procurada ontem pelo Diário, a Federação Paulista foi sucinta ao lamentar o ocorrido. Em resposta enviada por e-mail, a entidade disse que “é veementemente contra qualquer tipo de agressão”, evitando se prolongar no assunto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;