Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA e Israel ameaçam boicotar conferência sobre racismo


Das Agências

28/08/2001 | 12:13


Os EUA e Israel continuavam ameaçando boicotar a Conferência Mundial contra o Racismo, que começará nesta sexta-feira. A Alta Comissária para os Direitos Humanos e secretária-geral da conferência, Mary Robinson, convocou todos os países a participar do fórum. "Queria dizer, novamente, que está claro que a fórmula 'sionismo igual a racismo' foi deixada de lado e não está na ordem do dia”.

Os norte-americanos já confirmaram que não vão enviar Collin Powel, secretário de Estado do país, ao encontro, por acreditar que o encontro tem características anti-israelenses. ONGs de defesa dos direitos dos povos árabes afirmaram que a conferência vai ficar mais “fácil” sem os americanos, porque “normalmente eles é que são o obstáculo para acordos sobre direitos humanos”.

O presidente da autoridade palestina, Yasser Arafat, declarou que poderá assistir à conferência. Vinte chefes de Estado anunciaram sua participação, entre eles o cubano Fidel Castro.

Os países árabes e muçulmanos continuavam insistindo em que a questão palestina figurasse na agenda da conferência. Em entrevista a um jornal suíço, Robinson disse que "Durban não pode resolver a questão do Oriente Médio, tampouco ignorá-la", e evocou "o sofrimento do povo palestino e o fato de os israelenses também serem vítimas da violência e da insegurança".

Em relação à escravidão e ao colonialismo o encontro se encaminharia para uma declaração coletiva dos países ocidentais expressando seu arrependimento e se pronunciando em favor de uma ajuda ao desenvolvimento da África. As potências ocidentais temem que um pedido público de desculpas leve as vítimas a exigir compensações financeiras nos tribunais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA e Israel ameaçam boicotar conferência sobre racismo

Das Agências

28/08/2001 | 12:13


Os EUA e Israel continuavam ameaçando boicotar a Conferência Mundial contra o Racismo, que começará nesta sexta-feira. A Alta Comissária para os Direitos Humanos e secretária-geral da conferência, Mary Robinson, convocou todos os países a participar do fórum. "Queria dizer, novamente, que está claro que a fórmula 'sionismo igual a racismo' foi deixada de lado e não está na ordem do dia”.

Os norte-americanos já confirmaram que não vão enviar Collin Powel, secretário de Estado do país, ao encontro, por acreditar que o encontro tem características anti-israelenses. ONGs de defesa dos direitos dos povos árabes afirmaram que a conferência vai ficar mais “fácil” sem os americanos, porque “normalmente eles é que são o obstáculo para acordos sobre direitos humanos”.

O presidente da autoridade palestina, Yasser Arafat, declarou que poderá assistir à conferência. Vinte chefes de Estado anunciaram sua participação, entre eles o cubano Fidel Castro.

Os países árabes e muçulmanos continuavam insistindo em que a questão palestina figurasse na agenda da conferência. Em entrevista a um jornal suíço, Robinson disse que "Durban não pode resolver a questão do Oriente Médio, tampouco ignorá-la", e evocou "o sofrimento do povo palestino e o fato de os israelenses também serem vítimas da violência e da insegurança".

Em relação à escravidão e ao colonialismo o encontro se encaminharia para uma declaração coletiva dos países ocidentais expressando seu arrependimento e se pronunciando em favor de uma ajuda ao desenvolvimento da África. As potências ocidentais temem que um pedido público de desculpas leve as vítimas a exigir compensações financeiras nos tribunais.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;