Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Grana cumpre 30% de promessas

Ao analisar plano de governo, prefeito de Sto.André afirma que 2015, seu terceiro ano de mandato, ‘será de realizações de obras’


Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

20/12/2014 | 07:00


Concluindo a metade do governo, o prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), sinalizou ontem, em balanço do mandato, que cumpriu aproximadamente 30% de suas promessas firmadas na campanha eleitoral. Segundo o petista, a expectativa para 2015 é concretizar os projetos elaborados até o momento. “O terceiro ano de mandato será de realizações (de obras), decisivo para a administração. Por isso, batalhei tanto pela reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT)”, apontou.

A estimativa do Paço para o próximo ano é captar R$ 1,150 bilhão de recursos externos, sendo a principal fatia do governo federal: R$ 950 milhões em investimentos. O valor total se aproxima ao montante esperado de arrecadação (receita própria). Como parte deste aporte aguardado pela gestão petista, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior (PT), se comprometeu a empenhar R$ 40 milhões para a construção de dez creches na cidade. “Esse montante será liberado aos poucos e já poderemos licitar as obras”, garantiu o prefeito.

Grana frisou que enxerga como marcas do governo a retomada do diálogo com a sociedade, manutenção e propostas em Mobilidade Urbana. Para o petista, as intervenções no Viaduto Castelo Branco, bairro Santa Terezinha, com o alteamento da Avenida dos Estados, e a conclusão da segunda alça do Viaduto Antônio Adib Chammas, Centro, ficarão entre os destaques.
“Começaremos no ano que vem ao custo total de R$ 70 milhões”, disse, referindo-se ao empréstimo com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para viabilizar as obras viárias.

No setor de Habitação, Grana mencionou a recente contratação de mais 3.000 moradias populares. O Paço entregou 1.700 unidades em dois anos. “Com esses números vamos ultrapassar o que tínhamos estabelecido no plano de governo. Serão outros R$ 200 milhões do Programa Minha Casa, Minha Vida”, citou. Na área de lazer, o prefeito indicou o início da experiência de ciclofaixas, aos domingos. Está prevista ainda a instalação de 42 quilômetros de ciclovias projetadas para entrar em execução no próximo ano, com roteiro inicial que ligará o Parque Celso Daniel ao Parque Central.

A construção da ETA (Estação de Tratamento de Água) do Parque do Pedroso também foi colocada na lista de conclusões. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) contratou empresa que vai erguer e gerir o equipamento, ampliando a capacidade de produção de água dos atuais 6% para 25% do que é consumido na cidade. Foram R$ 75 milhões. A perspectiva de inauguração é 2016.

O chefe do Executivo anunciou a entrada de R$ 26 milhões no caixa, dinheiro relacionado a dívida com o convênio da Santa Helena. A quantia estava, até então, depositada em juízo por conta de litígio quanto aos percentuais de participação no recolhimento do ISS (Imposto Sobre Serviços). O recurso, segundo ele, se destinará para abater o deficit financeiro e quitar parte dos débitos com fornecedores da Prefeitura.

FÉRIAS

O petista sairá de férias a partir de segunda-feira. O seu retorno aos trabalhos no gabinete está marcado para dia 6.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grana cumpre 30% de promessas

Ao analisar plano de governo, prefeito de Sto.André afirma que 2015, seu terceiro ano de mandato, ‘será de realizações de obras’

Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

20/12/2014 | 07:00


Concluindo a metade do governo, o prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), sinalizou ontem, em balanço do mandato, que cumpriu aproximadamente 30% de suas promessas firmadas na campanha eleitoral. Segundo o petista, a expectativa para 2015 é concretizar os projetos elaborados até o momento. “O terceiro ano de mandato será de realizações (de obras), decisivo para a administração. Por isso, batalhei tanto pela reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT)”, apontou.

A estimativa do Paço para o próximo ano é captar R$ 1,150 bilhão de recursos externos, sendo a principal fatia do governo federal: R$ 950 milhões em investimentos. O valor total se aproxima ao montante esperado de arrecadação (receita própria). Como parte deste aporte aguardado pela gestão petista, a ministra do Planejamento, Miriam Belchior (PT), se comprometeu a empenhar R$ 40 milhões para a construção de dez creches na cidade. “Esse montante será liberado aos poucos e já poderemos licitar as obras”, garantiu o prefeito.

Grana frisou que enxerga como marcas do governo a retomada do diálogo com a sociedade, manutenção e propostas em Mobilidade Urbana. Para o petista, as intervenções no Viaduto Castelo Branco, bairro Santa Terezinha, com o alteamento da Avenida dos Estados, e a conclusão da segunda alça do Viaduto Antônio Adib Chammas, Centro, ficarão entre os destaques.
“Começaremos no ano que vem ao custo total de R$ 70 milhões”, disse, referindo-se ao empréstimo com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) para viabilizar as obras viárias.

No setor de Habitação, Grana mencionou a recente contratação de mais 3.000 moradias populares. O Paço entregou 1.700 unidades em dois anos. “Com esses números vamos ultrapassar o que tínhamos estabelecido no plano de governo. Serão outros R$ 200 milhões do Programa Minha Casa, Minha Vida”, citou. Na área de lazer, o prefeito indicou o início da experiência de ciclofaixas, aos domingos. Está prevista ainda a instalação de 42 quilômetros de ciclovias projetadas para entrar em execução no próximo ano, com roteiro inicial que ligará o Parque Celso Daniel ao Parque Central.

A construção da ETA (Estação de Tratamento de Água) do Parque do Pedroso também foi colocada na lista de conclusões. O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) contratou empresa que vai erguer e gerir o equipamento, ampliando a capacidade de produção de água dos atuais 6% para 25% do que é consumido na cidade. Foram R$ 75 milhões. A perspectiva de inauguração é 2016.

O chefe do Executivo anunciou a entrada de R$ 26 milhões no caixa, dinheiro relacionado a dívida com o convênio da Santa Helena. A quantia estava, até então, depositada em juízo por conta de litígio quanto aos percentuais de participação no recolhimento do ISS (Imposto Sobre Serviços). O recurso, segundo ele, se destinará para abater o deficit financeiro e quitar parte dos débitos com fornecedores da Prefeitura.

FÉRIAS

O petista sairá de férias a partir de segunda-feira. O seu retorno aos trabalhos no gabinete está marcado para dia 6.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;