Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Toca Raul, aí

As demoradas sessões da Câmara de São Bernardo já vêm ganhando ares de lenda urbana. Neste ano, mais de 10 reuniões entre os parlamentares


Do Diário do Grande ABC

26/06/2009 | 00:00


As demoradas sessões da Câmara de São Bernardo já vêm ganhando ares de lenda urbana. Neste ano, mais de 10 reuniões entre os parlamentares já passaram de sete horas. Algumas chegaram a cansativas 10 horas. E o pior de tudo: a maioria fica literalmente na discussão. Nada é aprovado, nem pelo lado da oposição nem pelo da situação. O chato de tudo isso é que não há disposição do grupo pró-Luiz Marinho, muito menos dos adversários em solucionar o impasse da Casa, que deverá se arrastar para o próximo semestre.
As más línguas de São Bernardo dizem que a maioria dos funcionários da Câmara não esconde a irritação em ficar tanto tempo no trabalho.
Nem mesmo os vereadores estão aguentando tamanho marasmo e falta de produtividade. Na sessão de quarta-feira, o vereador de oposição Tunico Vieira (PMDB) saiu-se com essa ao falar da primeira parte da sessão, que durou seis horas e, para variar, não resolveu nada: "Essa discussão pode ser definida com a música O Dia em que a Terra parou, de Raul Seixas". O pior é que essa nem o Raul aguentaria.

Bastidores

Em ritmo de campanha
As eleições são daqui a um ano e quatro meses, e já tem político que não esconde estar em plena campanha. Em Mauá, o clima de rivalidade, marcado pelo último pleito municipal, no ano passado, parece estar a todo vapor. Rival do prefeito Oswaldo Dias (PT), a deputada estadual Vanessa Damo (PV) retomou o velho recurso de eleição: distribuir jornais com notícias negativas do petista. E pelo visto, não vai faltar assunto ...

Persistente
Por falar em Mauá, a Prefeitura abriu licitação para contratação de empresa para "preparo de refeições e fornecimento de gêneros alimentícios", que atenderá ao Restaurante Popular da Vila São João. Atualmente, a empresa Terra Azul é responsável pelo local. Segundo funcionários da Terra Azul, a companhia tem enfrentado problemas para receber pagamentos da administração. Além do restaurante popular, a Terra Azul atende a cozinha do Hospital Municipal Doutor Radamés Nardini. Servidores confirmaram, inclusive, que um caminhão da empresa encostou na porta do pronto-socorro há poucos dias para desmontar os equipamentos. Foi necessária muita conversa para inibir a suspensão imediata dos serviços.

De bem com o governador
A Assembleia Legislativa aprovou três propostas do deputado estadual José Augusto da Silva Ramos (PSDB) à LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) do Estado para 2010. Uma delas refere-se à construção de CRIs (Centros de Referência do Idoso) no Grande ABC, além de unidades também nas zonas Sul, Norte, Leste e Oeste de São Paulo. Nada como ser do mesmo partido do governador, hein?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Toca Raul, aí

As demoradas sessões da Câmara de São Bernardo já vêm ganhando ares de lenda urbana. Neste ano, mais de 10 reuniões entre os parlamentares

Do Diário do Grande ABC

26/06/2009 | 00:00


As demoradas sessões da Câmara de São Bernardo já vêm ganhando ares de lenda urbana. Neste ano, mais de 10 reuniões entre os parlamentares já passaram de sete horas. Algumas chegaram a cansativas 10 horas. E o pior de tudo: a maioria fica literalmente na discussão. Nada é aprovado, nem pelo lado da oposição nem pelo da situação. O chato de tudo isso é que não há disposição do grupo pró-Luiz Marinho, muito menos dos adversários em solucionar o impasse da Casa, que deverá se arrastar para o próximo semestre.
As más línguas de São Bernardo dizem que a maioria dos funcionários da Câmara não esconde a irritação em ficar tanto tempo no trabalho.
Nem mesmo os vereadores estão aguentando tamanho marasmo e falta de produtividade. Na sessão de quarta-feira, o vereador de oposição Tunico Vieira (PMDB) saiu-se com essa ao falar da primeira parte da sessão, que durou seis horas e, para variar, não resolveu nada: "Essa discussão pode ser definida com a música O Dia em que a Terra parou, de Raul Seixas". O pior é que essa nem o Raul aguentaria.

Bastidores

Em ritmo de campanha
As eleições são daqui a um ano e quatro meses, e já tem político que não esconde estar em plena campanha. Em Mauá, o clima de rivalidade, marcado pelo último pleito municipal, no ano passado, parece estar a todo vapor. Rival do prefeito Oswaldo Dias (PT), a deputada estadual Vanessa Damo (PV) retomou o velho recurso de eleição: distribuir jornais com notícias negativas do petista. E pelo visto, não vai faltar assunto ...

Persistente
Por falar em Mauá, a Prefeitura abriu licitação para contratação de empresa para "preparo de refeições e fornecimento de gêneros alimentícios", que atenderá ao Restaurante Popular da Vila São João. Atualmente, a empresa Terra Azul é responsável pelo local. Segundo funcionários da Terra Azul, a companhia tem enfrentado problemas para receber pagamentos da administração. Além do restaurante popular, a Terra Azul atende a cozinha do Hospital Municipal Doutor Radamés Nardini. Servidores confirmaram, inclusive, que um caminhão da empresa encostou na porta do pronto-socorro há poucos dias para desmontar os equipamentos. Foi necessária muita conversa para inibir a suspensão imediata dos serviços.

De bem com o governador
A Assembleia Legislativa aprovou três propostas do deputado estadual José Augusto da Silva Ramos (PSDB) à LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) do Estado para 2010. Uma delas refere-se à construção de CRIs (Centros de Referência do Idoso) no Grande ABC, além de unidades também nas zonas Sul, Norte, Leste e Oeste de São Paulo. Nada como ser do mesmo partido do governador, hein?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;