Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 8 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Morador de São Bernardo ganha prêmio de culinária no Japão

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Lucas Yamauchi está no país oriental estudando o idioma, a cultura e a gastronomia do local 


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

18/11/2020 | 00:01


O cozinheiro  Lucas Aiki Yamauchi, 22 anos, venceu o Burajiru Grand Chef 2020, concurso de culinária realizado pelo consulado geral do Brasil em Tóquio, no Japão. A competição, já em sua terceira edição, destaca os cozinheiros da comunidade brasileira no país asiático e as receitas criadas por eles, que utilizam técnicas e ingredientes dos dois países. Yamauchi, cuja família mora no Rudge Ramos, em São Bernardo, apresentou galinhada asiática e ganhou o troféu do concurso, um conjunto de facas, 50 mil ienes (cerca de R$ 25 mil) e certificado.

No Japão há um ano, o jovem de São Bernardo é formado em gastronomia e já teve a oportunidade de representar o Brasil em outros concursos internacionais, como o Trophée Mille, na França, além de estudar três meses na Inglaterra e trabalhar em importantes restaurantes de comida japonesa, tanto em São Paulo quanto no Japão.

Foram 20 receitas inscritas, e por causa da pandemia da Covid-19, todo o processo foi on-line. Os candidatos enviaram vídeo e imagens para apresentar o preparo de suas receitas. Entre os pratos inscritos, três foram selecionados para a etapa final. Em reunião on-line, o chef executivo da Le Cordon Bleu Japan, Gilles Company, a chef Mizinha e o cônsul-geral do Brasil em Tóquio, embaixador João de Mendonça Lima Neto, decidiram o resultado, divulgado no último dia 2 de novembro.

Para Yamauchi, o sentimento após vencer a competição é de gratidão. “Ao consulado, por promover eventos como esse, e a todas as pessoas que sempre me apoiam ou fizeram parte da minha história de uma forma ou outra. Acredito que nós, como sociedade, precisamos uns dos outros e por isso valorizo tanto as relações humanas e as pessoas”, afirmou o cozinheiro.

Sobre a escolha do prato, uma galinha asiática, o jovem são-bernardense explicou que sua decisão baseou-se no fato de ser  um prato caipira típico brasileiro, que é feito no dia a dia das pessoas e representa bem a ideia de cozinha que ele gosta. “Uma cozinha afetiva e que abraça”, definiu. “Como aqui no Japão há pratos com arroz e galinha também, como por exemplo o oyakodon, acreditei que conseguiria fazer uma ligação bem interessante com essa ideia, somada a alguns elementos presentes na cultura japonesa”, concluiu.

O vencedor do concurso destacou que a utilização de técnicas vindas de diversas cozinhas, entre elas, a japonesa, teve como objetivo dar mais complexidade de sabor para o preparo e demonstrar a possibilidade da combinação de sabores oriundos de diversas culturas. “O resultado foi um prato que ilustra, em sua natureza, as raízes brasileiras, como também ressalta a harmonia presente entre o Brasil e o Japão”, concluiu.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Morador de São Bernardo ganha prêmio de culinária no Japão

Lucas Yamauchi está no país oriental estudando o idioma, a cultura e a gastronomia do local 

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

18/11/2020 | 00:01


O cozinheiro  Lucas Aiki Yamauchi, 22 anos, venceu o Burajiru Grand Chef 2020, concurso de culinária realizado pelo consulado geral do Brasil em Tóquio, no Japão. A competição, já em sua terceira edição, destaca os cozinheiros da comunidade brasileira no país asiático e as receitas criadas por eles, que utilizam técnicas e ingredientes dos dois países. Yamauchi, cuja família mora no Rudge Ramos, em São Bernardo, apresentou galinhada asiática e ganhou o troféu do concurso, um conjunto de facas, 50 mil ienes (cerca de R$ 25 mil) e certificado.

No Japão há um ano, o jovem de São Bernardo é formado em gastronomia e já teve a oportunidade de representar o Brasil em outros concursos internacionais, como o Trophée Mille, na França, além de estudar três meses na Inglaterra e trabalhar em importantes restaurantes de comida japonesa, tanto em São Paulo quanto no Japão.

Foram 20 receitas inscritas, e por causa da pandemia da Covid-19, todo o processo foi on-line. Os candidatos enviaram vídeo e imagens para apresentar o preparo de suas receitas. Entre os pratos inscritos, três foram selecionados para a etapa final. Em reunião on-line, o chef executivo da Le Cordon Bleu Japan, Gilles Company, a chef Mizinha e o cônsul-geral do Brasil em Tóquio, embaixador João de Mendonça Lima Neto, decidiram o resultado, divulgado no último dia 2 de novembro.

Para Yamauchi, o sentimento após vencer a competição é de gratidão. “Ao consulado, por promover eventos como esse, e a todas as pessoas que sempre me apoiam ou fizeram parte da minha história de uma forma ou outra. Acredito que nós, como sociedade, precisamos uns dos outros e por isso valorizo tanto as relações humanas e as pessoas”, afirmou o cozinheiro.

Sobre a escolha do prato, uma galinha asiática, o jovem são-bernardense explicou que sua decisão baseou-se no fato de ser  um prato caipira típico brasileiro, que é feito no dia a dia das pessoas e representa bem a ideia de cozinha que ele gosta. “Uma cozinha afetiva e que abraça”, definiu. “Como aqui no Japão há pratos com arroz e galinha também, como por exemplo o oyakodon, acreditei que conseguiria fazer uma ligação bem interessante com essa ideia, somada a alguns elementos presentes na cultura japonesa”, concluiu.

O vencedor do concurso destacou que a utilização de técnicas vindas de diversas cozinhas, entre elas, a japonesa, teve como objetivo dar mais complexidade de sabor para o preparo e demonstrar a possibilidade da combinação de sabores oriundos de diversas culturas. “O resultado foi um prato que ilustra, em sua natureza, as raízes brasileiras, como também ressalta a harmonia presente entre o Brasil e o Japão”, concluiu.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;