Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Dois consórcios confirmam oferta para reestruturar Castelo Branco

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Proposta mais vantajosa apresentada foi fixada em R$ 145,9 milhões


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

07/08/2021 | 00:36


Dois consórcios confirmaram proposta financeira em licitação da Prefeitura de Santo André, gerida por Paulo Serra (PSDB), para executar a construção da mudança viária no Viaduto Castelo Branco com a Avenida dos Estados, o que comporta o projeto de ligação da Avenida Prestes Maia ao bairro Santa Teresinha. A oferta mais vantajosa financeiramente – um dos principais critérios de escolha – foi o denominado Consórcio Complexo Santa Teresinha (composto pelas empresas Terracom Construções Ltda e Teixeira Duarte Engenharia e Construções S/A), no valor em R$ 145,9 milhões.

O outro conglomerado de empresas participante do processo foi o Consórcio Complexo (formado pelas firmas FBS Construção Civil e Pavimentação SA e DP Barros Pavimentação e Construção Ltda), cuja oferta se deu no montante de R$ 149,5 milhões, volume que constava no edital como estimativa de investimento do Paço para concretização do projeto, que integra pacote de financiamento do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). A intervenção envolve o reforço e remodelação do viaduto, que sofre historicamente com manutenção por ser via de acesso de caminhões à Avenida dos Estados.

A sessão de abertura dos envelopes ocorreu na terça-feira. Existe agora prazo legal para análise das documentações das empresas interessadas, a ser verificada por corpo de representantes da comissão permanente de licitações, além de eventuais contestações jurídicas à condução do edital. “Estima-se que a homologação da vencedora aconteça no fim do mês de setembro e a ordem de serviço seja assinada em meados de outubro”, pontuou o Paço, por nota. A expectativa é que o prazo de execução da obra dure um ano e oito meses.

O edital aponta que a vencedora do processo precisará reestruturar o Complexo Santa Teresinha, com a construção de novas alças elevadas, novas pontes e dois novos viadutos, bem como revitalizar a Praça Samuel de Castro Neves. A proposta abrange, por exemplo, que uma das alças do Viaduto Castelo Branco possa transpor o Rio Tamanduateí para integrar diretamente a pista da Avenida dos Estados, sentido São Paulo, sem passar pelos semáforos do entorno da praça. A ideia é que dentro deste contexto a medida possa também aliviar os congestionamentos na região em horários de pico.

A intervenção irá resultar, segundo a avaliação técnica do governo tucano, em melhoria da fluidez do tráfego. “Com a criação das novas alças elevadas será possível reduzir o número de cruzamentos em nível e melhorar a fluidez dos motoristas que trafegam nos dois sentidos do Viaduto Castelo Branco para acessar o 1º e 2º subdistritos. Além disso, as novas pistas do complexo viário Santa Teresinha vão contar com acessibilidade para pedestres e ciclistas, para garantir maior segurança viária.” 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;