Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Anvisa arquiva pedido de uso emergencial da vacina da CanSino

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


29/06/2021 | 07:33


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu arquivar o pedido de uso emergencial da vacina contra covid-19 Convidecia, produzida pelo laboratório chinês CanSino. De acordo com o órgão, a decisão foi tomada devido à falta de alinhamento entre a fabricante e a Belcher Farmacêutica do Brasil Ltda, que protocolou o pedido de autorização para uso emergencial.

A CanSino entrou em contato com a Anvisa em 17 de junho informando que a Belcher Farmacêutica do Brasil Ltda. e o Instituto Vital Brazil S.A haviam não possuíam mais autorização para representar o laboratório no Brasil, tampouco requisitar o uso emergencial do imunizante. Dez dias depois, a orientação foi reforçada pela CanSino. Assim, diz a Anvisa, as duas empresas não têm legitimidade para atuar nos processos administrativos.

As negociações do governo federal para comprar o imunizante da CanSino estão na mira da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid. O colegiado quer investigar a ligação do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (Progressistas-PR), na aquisição das doses da CanSino, da russa Sputnik e da indiana Covaxin, hoje o foco das apurações. As três vacinas são mais caras e teriam de ser compradas de laboratórios internacionais por meio de empresa intermediárias no Brasil com relações com o político paranaense.

O governo federal sinalizou a disposição de comprar 60 milhões de doses da Convidecia, a US$ 17 por dose. O valor total seria de aproximadamente R$ 5,036 bilhões e seria pago por meio da Belcher Farmacêutica, empresa sediada em Maringá (PR), reduto eleitoral de Ricardo Barros. O líder do presidente Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados é ex-prefeito do município.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;