Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Aos 72 anos, morre Sapatão, zagueiro heptacampeão estadual pelo Bahia em 1979

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


05/06/2020 | 15:40


Élcio Nogueira da Silva, conhecido popularmente como Sapatão, morreu nesta sexta-feira aos 72 anos. Lenda do futebol baiano, o ex-zagueiro estava na UTI do Hospital da Bahia, em Salvador, desde 17 de maio por conta de uma parada cardíaca, além de estar em tratamento de problemas renais e ter testado positivo para a covid-19 quando já estava internado.

A causa específica da morte, porém, não foi divulgada. O ex-zagueiro e ídolo do Bahia será enterrado no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador.

Nascido em 15 de outubro de 1947, em Campos dos Goytacazes (RJ), Sapatão foi revelado pelo Flamengo, mas não teve muito espaço entre 1966 e 1968. Ele ainda passou por Fluminense de Feira-BA (1968 a 1971), Santa Cruz-PE (1972), Fortaleza (1980) e Catuense-BA (1981 a 1982).

O maior destaque de sua carreira, entretanto, foi entre 1973 e 1980, quando defendeu o Bahia e conquistou o heptacampeonato estadual, todos como capitão. Em 450 jogos em que Sapatão jogou, o Bahia não sofreu gols em 224. O ex-zagueiro também balançou as redes adversárias em 12 oportunidades.

Após se aposentar, ele continuou a carreira como treinador. Começou no Ypiranga-BA e rodou por Camaçari-BA, Galícia-BA, Botafogo-BA e América-SE. Em 2002, teve oportunidade de comandar um clube paulista: o União São João, de Araras.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aos 72 anos, morre Sapatão, zagueiro heptacampeão estadual pelo Bahia em 1979


05/06/2020 | 15:40


Élcio Nogueira da Silva, conhecido popularmente como Sapatão, morreu nesta sexta-feira aos 72 anos. Lenda do futebol baiano, o ex-zagueiro estava na UTI do Hospital da Bahia, em Salvador, desde 17 de maio por conta de uma parada cardíaca, além de estar em tratamento de problemas renais e ter testado positivo para a covid-19 quando já estava internado.

A causa específica da morte, porém, não foi divulgada. O ex-zagueiro e ídolo do Bahia será enterrado no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador.

Nascido em 15 de outubro de 1947, em Campos dos Goytacazes (RJ), Sapatão foi revelado pelo Flamengo, mas não teve muito espaço entre 1966 e 1968. Ele ainda passou por Fluminense de Feira-BA (1968 a 1971), Santa Cruz-PE (1972), Fortaleza (1980) e Catuense-BA (1981 a 1982).

O maior destaque de sua carreira, entretanto, foi entre 1973 e 1980, quando defendeu o Bahia e conquistou o heptacampeonato estadual, todos como capitão. Em 450 jogos em que Sapatão jogou, o Bahia não sofreu gols em 224. O ex-zagueiro também balançou as redes adversárias em 12 oportunidades.

Após se aposentar, ele continuou a carreira como treinador. Começou no Ypiranga-BA e rodou por Camaçari-BA, Galícia-BA, Botafogo-BA e América-SE. Em 2002, teve oportunidade de comandar um clube paulista: o União São João, de Araras.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;