Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Guerra de aniversários em São Caetano


Fábio Martins

19/04/2018 | 07:00


A política de São Caetano assistirá nos próximos dias novo capítulo da série do embate eleitoral antecipado entre o ex-vereador Fabio Palacio, recém-filiado ao PSD, e Thiago Auricchio, filho do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), e que assinou, recentemente, ficha de ingresso no PR, ex-legenda do hoje pessedista. O episódio já é chamado de ‘guerra de aniversários’. Primeiro, Palacio, então secretário-executivo do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, e, atualmente, um dos principais adversários políticos, montou festa no fim de março para mostrar a temperatura de sua futura campanha a deputado, possivelmente a estadual – compareceram, segundo os organizadores, cerca de 3.500 convidados. Sábado, no Esporte Clube São Caetano, será a vez de Thiago, que completa 25 anos na segunda-feira. A expectativa de pessoas próximas a ele é de reunir número semelhante. Já existe sinalização clara de que o republicano disputará vaga à Assembleia Legislativa, num confronto direto entre os grupos.

BASTIDORES

Caso Semasa
A Justiça de Santo André marcou nova audiência para 9 de agosto visando continuar oitiva das testemunhas de defesa dentro da investigação do escândalo do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), esquema de venda de licenças ambientais no governo Aidan Ravin (Podemos, 2009-2012). Foram arroladas oito pessoas pelo ex-prefeito. Entre os indicados, os vereadores Almir Cicote (Avante) e Toninho de Jesus (PMN, foto), que serão intimados. Ambos faziam parte da base de sustentação a Aidan e integraram a CPI instaurada na Câmara para averiguar as denúncias. Toninho protagonizou, inclusive, episódio pitoresco na ocasião: elaborou dois relatórios de conclusão, tendo o primeiro deles apenas três páginas.

Negociação salarial
O Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos) de Santo André iniciou nesta semana processo de negociação de reajuste salarial com integrantes do governo do prefeito Paulo Serra (PSDB), no Paço. A categoria pede 8,07% de acréscimo nos rendimentos, o que engloba 3,07% da inflação calculada pelo IPC-DI/FGV (Índice de Preços ao Consumidor/Disponibilidade Interna, elaborado pela Fundação Getulio Vargas) nos últimos 12 meses, mais aumento real de 5%. A data base do funcionalismo é 1º de abril. Não há prazo, no entanto, para a batida de martelo no acordo.

Sumiço de tucano
Durante a sessão de ontem na Câmara de São Bernardo chamou atenção a saída repentina do plenário do vereador Mário de Abreu (PSDB) antes da votação da reforma administrativa do Executivo. A articulação política do Paço enviou interlocutores no sentido de tentar convencer o tucano a retornar aos trabalhos, porém, sem sucesso. O projeto acabou aprovado, com 19 votos favoráveis. Era necessária adesão de maioria simples da Casa.

Inspiração em Brasília
Inspirados pelos petistas do Congresso Nacional e da Assembleia Legislativa, os parlamentares de São Bernardo Ana Nice Martins e José Luiz Ferrarezi adotaram o nome do ex-presidente Lula – preso desde o dia 7 – no painel do Legislativo. Ao menos, por enquanto, no âmbito municipal, outros colegas de Casa ainda não repetiram o caminho para inserir a alcunha do juiz federal Sérgio Moro ou do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL).

Empréstimos
Requerimento, assinado pelo vereador Manoel Lopes (DEM), cobra informações da FUABC (Fundação do ABC) e do Paço de Mauá acerca de três empréstimos que somam R$ 43 milhões supostamente firmados em 2014 – ainda no governo de Donisete Braga (Pros) – junto à Caixa Econômica Federal para custeio do Cosam (Complexo de Saúde de Mauá). Segundo o democrata, essas transações, se de fato ocorridas, deveriam passar pelo crivo da Câmara, o que não aconteceu. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guerra de aniversários em São Caetano

Fábio Martins

19/04/2018 | 07:00


A política de São Caetano assistirá nos próximos dias novo capítulo da série do embate eleitoral antecipado entre o ex-vereador Fabio Palacio, recém-filiado ao PSD, e Thiago Auricchio, filho do prefeito José Auricchio Júnior (PSDB), e que assinou, recentemente, ficha de ingresso no PR, ex-legenda do hoje pessedista. O episódio já é chamado de ‘guerra de aniversários’. Primeiro, Palacio, então secretário-executivo do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, e, atualmente, um dos principais adversários políticos, montou festa no fim de março para mostrar a temperatura de sua futura campanha a deputado, possivelmente a estadual – compareceram, segundo os organizadores, cerca de 3.500 convidados. Sábado, no Esporte Clube São Caetano, será a vez de Thiago, que completa 25 anos na segunda-feira. A expectativa de pessoas próximas a ele é de reunir número semelhante. Já existe sinalização clara de que o republicano disputará vaga à Assembleia Legislativa, num confronto direto entre os grupos.

BASTIDORES

Caso Semasa
A Justiça de Santo André marcou nova audiência para 9 de agosto visando continuar oitiva das testemunhas de defesa dentro da investigação do escândalo do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), esquema de venda de licenças ambientais no governo Aidan Ravin (Podemos, 2009-2012). Foram arroladas oito pessoas pelo ex-prefeito. Entre os indicados, os vereadores Almir Cicote (Avante) e Toninho de Jesus (PMN, foto), que serão intimados. Ambos faziam parte da base de sustentação a Aidan e integraram a CPI instaurada na Câmara para averiguar as denúncias. Toninho protagonizou, inclusive, episódio pitoresco na ocasião: elaborou dois relatórios de conclusão, tendo o primeiro deles apenas três páginas.

Negociação salarial
O Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos) de Santo André iniciou nesta semana processo de negociação de reajuste salarial com integrantes do governo do prefeito Paulo Serra (PSDB), no Paço. A categoria pede 8,07% de acréscimo nos rendimentos, o que engloba 3,07% da inflação calculada pelo IPC-DI/FGV (Índice de Preços ao Consumidor/Disponibilidade Interna, elaborado pela Fundação Getulio Vargas) nos últimos 12 meses, mais aumento real de 5%. A data base do funcionalismo é 1º de abril. Não há prazo, no entanto, para a batida de martelo no acordo.

Sumiço de tucano
Durante a sessão de ontem na Câmara de São Bernardo chamou atenção a saída repentina do plenário do vereador Mário de Abreu (PSDB) antes da votação da reforma administrativa do Executivo. A articulação política do Paço enviou interlocutores no sentido de tentar convencer o tucano a retornar aos trabalhos, porém, sem sucesso. O projeto acabou aprovado, com 19 votos favoráveis. Era necessária adesão de maioria simples da Casa.

Inspiração em Brasília
Inspirados pelos petistas do Congresso Nacional e da Assembleia Legislativa, os parlamentares de São Bernardo Ana Nice Martins e José Luiz Ferrarezi adotaram o nome do ex-presidente Lula – preso desde o dia 7 – no painel do Legislativo. Ao menos, por enquanto, no âmbito municipal, outros colegas de Casa ainda não repetiram o caminho para inserir a alcunha do juiz federal Sérgio Moro ou do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL).

Empréstimos
Requerimento, assinado pelo vereador Manoel Lopes (DEM), cobra informações da FUABC (Fundação do ABC) e do Paço de Mauá acerca de três empréstimos que somam R$ 43 milhões supostamente firmados em 2014 – ainda no governo de Donisete Braga (Pros) – junto à Caixa Econômica Federal para custeio do Cosam (Complexo de Saúde de Mauá). Segundo o democrata, essas transações, se de fato ocorridas, deveriam passar pelo crivo da Câmara, o que não aconteceu. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;