Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Reinaldo Lourenço abre o dia com jardim neoclássico


Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

18/06/2007 | 15:01


Inspirado em um jardim neoclássico, o estilista Reinaldo Lourenço abriu o penúltimo dia da São Paulo Fashion Week com uma coleção que pode muito bem ser guardada para estações frias: preto, trenchcoats, couro e lenços enrolados na cabeça. Tanto tecido podia confundir os mais desavisados: esta edição é mesmo das peças para o verão? "A gente não pode ser literal, não existe trenchcoat só para inverno. Ao contrário, nos meses de calor chove mais e a peça pode ser mais bem utilizada. Em dezembro pode muito bem fazer um friozinho", justificou.

O desfile começou com muito preto, tonalidade que ele acredita ser ponto de equilíbrio para a apresentação. Saias retas de couro até a canela, comprimento que, ao lado do míni, Lourenço aposta como tendências da estação, foram combinadas com blusas de cetim, organza e ráfia. No pescoço, grandes acessórios parecidos com guirlandas, tamanha a quantidade de pequenas flores aplicadas.

O tema ficou explícito quando entraram os vestidinhos longuete que misturavam tons de rosa, do rosa-pálido ao fúcsia. Outra menina-dos-olhos do estilista foi o conjunto de vestidos cujo top, que parecia um maiô engana-mamãe, foi todo bordado com florzinhas, combinada com uma saia plissada. "Eu sempre achei que essa roupa de banho poderia ser utilizada para sair à noite. Já o plissado remete aos detalhes das colunas romanas", contou.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Reinaldo Lourenço abre o dia com jardim neoclássico

Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

18/06/2007 | 15:01


Inspirado em um jardim neoclássico, o estilista Reinaldo Lourenço abriu o penúltimo dia da São Paulo Fashion Week com uma coleção que pode muito bem ser guardada para estações frias: preto, trenchcoats, couro e lenços enrolados na cabeça. Tanto tecido podia confundir os mais desavisados: esta edição é mesmo das peças para o verão? "A gente não pode ser literal, não existe trenchcoat só para inverno. Ao contrário, nos meses de calor chove mais e a peça pode ser mais bem utilizada. Em dezembro pode muito bem fazer um friozinho", justificou.

O desfile começou com muito preto, tonalidade que ele acredita ser ponto de equilíbrio para a apresentação. Saias retas de couro até a canela, comprimento que, ao lado do míni, Lourenço aposta como tendências da estação, foram combinadas com blusas de cetim, organza e ráfia. No pescoço, grandes acessórios parecidos com guirlandas, tamanha a quantidade de pequenas flores aplicadas.

O tema ficou explícito quando entraram os vestidinhos longuete que misturavam tons de rosa, do rosa-pálido ao fúcsia. Outra menina-dos-olhos do estilista foi o conjunto de vestidos cujo top, que parecia um maiô engana-mamãe, foi todo bordado com florzinhas, combinada com uma saia plissada. "Eu sempre achei que essa roupa de banho poderia ser utilizada para sair à noite. Já o plissado remete aos detalhes das colunas romanas", contou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;