Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Padilha aguarda por transferência de votos e projeta segundo turno

Orlando Filho/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Petista garante que terá apoio do eleitor de Dilma na reta final do pleito


Renato Gerbelli
Especial para o Diário

29/09/2014 | 07:00


O candidato ao governo de São Paulo pelo PT, Alexandre Padilha, ainda espera pelos eleitores da presidente Dilma Rousseff (PT), que busca a reeleição, para chegar ao segundo turno.

De acordo com a última pesquisa Datafolha, divulgada na sexta-feira, Padilha continua na terceira colocação entre os eleitores paulistas, estagnado com 9% das intenções de votos. Geraldo Alckmin (PSDB) manteve-se na liderança, com 51%, e Paulo Skaf (PMDB) permaneceu com os seus 22%, na segunda posição.

“Vocês vão ter surpresa no dia 5 de outubro (dia da eleição). Teremos casamento nos votos de Dilma, Padilha e Eduardo Suplicy (PT, que tenta reeleição ao Senado) e estaremos no segundo turno”, afirmou Padilha.

Mesmo sem ameaçar os outros dois candidatos durante toda a campanha, o petista ainda acredita em arrancada na reta final. “A pesquisa que vale é a ‘datapovo’, aquela em que o povo chega na urna e escolhe o candidato.Tenho certeza de que estarei no segundo turno. Depois vocês vão ter de se preparar para analisar o meu crescimento de acordo com as pesquisas”, disse o ex-ministro da Saúde, confiante na virada.

Padilha esteve ontem na Avenida Paulista, na Capital, onde falou com representantes dos movimentos de ciclistas. De lá, o petista, que chegou ao local de carro, utilizou a ciclofaixa da própria avenida e a ciclovia da Rua Vergueiro para chegar ao Pateo do Collegio, na região central da cidade.

“Quero ser o governador que vai garantir que todas as estações de trem e Metrô tenham bicicletário, que no entorno das estações tenham serviços de apoio ao ciclista, além de garantir alguns dias, principalmente os fins de semana, para que os ciclistas entrem em vagões específicos com suas bicicletas”, declarou o petista.

Padilha ainda elogiou o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que vem valorizando o transporte de bicicleta na cidade, propondo expandir as ciclovias e ciclofaixas para todo o Estado. “Estamos partindo da experiência corajosa da cidade de São Paulo de colocar o uso da bicicleta em evidência. O governo de São Paulo tem o papel de expandir o conceito de ciclovias e ciclofaixas a partir das regiões metropolitanas, já que elas ultrapassam o limite de cada município. É importante pensar na Capital junto com o Grande ABC, Osasco, Guarulhos e as demais regiões, pois as pessoas circulam de uma cidade para outra”, concluiu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Padilha aguarda por transferência de votos e projeta segundo turno

Petista garante que terá apoio do eleitor de Dilma na reta final do pleito

Renato Gerbelli
Especial para o Diário

29/09/2014 | 07:00


O candidato ao governo de São Paulo pelo PT, Alexandre Padilha, ainda espera pelos eleitores da presidente Dilma Rousseff (PT), que busca a reeleição, para chegar ao segundo turno.

De acordo com a última pesquisa Datafolha, divulgada na sexta-feira, Padilha continua na terceira colocação entre os eleitores paulistas, estagnado com 9% das intenções de votos. Geraldo Alckmin (PSDB) manteve-se na liderança, com 51%, e Paulo Skaf (PMDB) permaneceu com os seus 22%, na segunda posição.

“Vocês vão ter surpresa no dia 5 de outubro (dia da eleição). Teremos casamento nos votos de Dilma, Padilha e Eduardo Suplicy (PT, que tenta reeleição ao Senado) e estaremos no segundo turno”, afirmou Padilha.

Mesmo sem ameaçar os outros dois candidatos durante toda a campanha, o petista ainda acredita em arrancada na reta final. “A pesquisa que vale é a ‘datapovo’, aquela em que o povo chega na urna e escolhe o candidato.Tenho certeza de que estarei no segundo turno. Depois vocês vão ter de se preparar para analisar o meu crescimento de acordo com as pesquisas”, disse o ex-ministro da Saúde, confiante na virada.

Padilha esteve ontem na Avenida Paulista, na Capital, onde falou com representantes dos movimentos de ciclistas. De lá, o petista, que chegou ao local de carro, utilizou a ciclofaixa da própria avenida e a ciclovia da Rua Vergueiro para chegar ao Pateo do Collegio, na região central da cidade.

“Quero ser o governador que vai garantir que todas as estações de trem e Metrô tenham bicicletário, que no entorno das estações tenham serviços de apoio ao ciclista, além de garantir alguns dias, principalmente os fins de semana, para que os ciclistas entrem em vagões específicos com suas bicicletas”, declarou o petista.

Padilha ainda elogiou o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), que vem valorizando o transporte de bicicleta na cidade, propondo expandir as ciclovias e ciclofaixas para todo o Estado. “Estamos partindo da experiência corajosa da cidade de São Paulo de colocar o uso da bicicleta em evidência. O governo de São Paulo tem o papel de expandir o conceito de ciclovias e ciclofaixas a partir das regiões metropolitanas, já que elas ultrapassam o limite de cada município. É importante pensar na Capital junto com o Grande ABC, Osasco, Guarulhos e as demais regiões, pois as pessoas circulam de uma cidade para outra”, concluiu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;