Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 12 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Aos 54 anos de idade, Claudia Raia afirma que quer ter uma longa vida sexual: - Eu sou uma transarina

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


10/01/2021 | 10:11


Angélica está de volta! A apresentadora estreou no Globoplay com o programa Cartas para Eva, onde, por meio de mensagens para a filha Eva, pontua aprendizados, dores, dúvidas e sentimentos sobre os desafios que as mulheres enfrentam e os caminhos para superá-los. A primeira temporada, de cinco capítulos, tem um episódio todo voltado para a sexualidade, com a participação da atriz Claudia Raia e da autora, filósofa e mestra tântrica Carol Teixeira. Logo de cara, a artista entregou que se sente muito à vontade para falar sobre o assunto.

- Eu acho que transar é uma coisa muito legal. Eu sou uma transarina, sou uma pessoa a favor. Acho que essa coisa do gozo é uma explosão de alegria, uma explosão de vida. Acho uma coisa maravilhosa a gente ter isso dentro da gente e poder compartilhar isso com quem a gente ama, revelou Claudia.

Aos 54 anos de idade, a estrela também falou sobre a normatização em fingir orgasmos, especialmente entre as mulheres.

- Nós, mulheres, mulheres que nunca gozaram na vida e nunca tiveram um orgasmo, e mulheres que têm dificuldade em chegar ao orgasmo e se sentem culpadas em chegar ao orgasmo e estarem incomodando os homens... Que loucura que é isso.

Claudia também declarou que quer que o sexo seja parte constante de sua vida.

- Eu quero minha vida longa sexual. Quero falar disso, experimentar coisas, quero brinquedinhos, quero declamar poesias eróticas de James Joyce... eu tenho desejos.

E reforçou o quão importante é falar sobre isso sem tabus, já que é preciso criar mulheres que sejam empoderadas não só durante a juventude, mas também na velhice.

- Tem muita coisa para ser vivida ainda, e é isso que a gente tem que mostrar para as pessoas. Que tem um caminho longo, bonito e potente.

E você, o que achou de tudo isso?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aos 54 anos de idade, Claudia Raia afirma que quer ter uma longa vida sexual: - Eu sou uma transarina


10/01/2021 | 10:11


Angélica está de volta! A apresentadora estreou no Globoplay com o programa Cartas para Eva, onde, por meio de mensagens para a filha Eva, pontua aprendizados, dores, dúvidas e sentimentos sobre os desafios que as mulheres enfrentam e os caminhos para superá-los. A primeira temporada, de cinco capítulos, tem um episódio todo voltado para a sexualidade, com a participação da atriz Claudia Raia e da autora, filósofa e mestra tântrica Carol Teixeira. Logo de cara, a artista entregou que se sente muito à vontade para falar sobre o assunto.

- Eu acho que transar é uma coisa muito legal. Eu sou uma transarina, sou uma pessoa a favor. Acho que essa coisa do gozo é uma explosão de alegria, uma explosão de vida. Acho uma coisa maravilhosa a gente ter isso dentro da gente e poder compartilhar isso com quem a gente ama, revelou Claudia.

Aos 54 anos de idade, a estrela também falou sobre a normatização em fingir orgasmos, especialmente entre as mulheres.

- Nós, mulheres, mulheres que nunca gozaram na vida e nunca tiveram um orgasmo, e mulheres que têm dificuldade em chegar ao orgasmo e se sentem culpadas em chegar ao orgasmo e estarem incomodando os homens... Que loucura que é isso.

Claudia também declarou que quer que o sexo seja parte constante de sua vida.

- Eu quero minha vida longa sexual. Quero falar disso, experimentar coisas, quero brinquedinhos, quero declamar poesias eróticas de James Joyce... eu tenho desejos.

E reforçou o quão importante é falar sobre isso sem tabus, já que é preciso criar mulheres que sejam empoderadas não só durante a juventude, mas também na velhice.

- Tem muita coisa para ser vivida ainda, e é isso que a gente tem que mostrar para as pessoas. Que tem um caminho longo, bonito e potente.

E você, o que achou de tudo isso?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;