Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Chinês que fez primeiro transplante de pênis renuncia ao órgão


Da AFP

19/09/2006 | 11:30


Um chinês, que foi o primeiro homem a receber um transplante de pênis, pediu para que o órgão fosse retirado apenas duas semanas depois da cirurgia devido a "um grave problema psicológico".

O paciente, cuja identidade não foi divulgada, havia sido vítima de um grave acidente e, oito meses depois, recebeu o pênis de um homem de 22 anos que teve morte cerebral. Segundo um artigo dos médicos responsáveis, publicado nesta terça-feira no site da Revista Européia de Urologia, a operação foi feita num hospital de Cantão, mas o artigo não revela a data da intervenção.

De acordo a equipe cirúrgica do Departamento de Urologia do Hospital Geral de Cantão, o homem e sua esposa pediram para que o órgão fosse retirado, apesar dos notórios progressos e da falta de sinais de rejeição, apenas duas semanas depois do transplante.

"O paciente podia urinar normalmente de pé no 10º dia depois da operação", indicaram os médicos. "No 14º, devido a um grave problema psicológico, o pênis transplantado lamentavelmente teve de ser retirado", acrescentaram.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Chinês que fez primeiro transplante de pênis renuncia ao órgão

Da AFP

19/09/2006 | 11:30


Um chinês, que foi o primeiro homem a receber um transplante de pênis, pediu para que o órgão fosse retirado apenas duas semanas depois da cirurgia devido a "um grave problema psicológico".

O paciente, cuja identidade não foi divulgada, havia sido vítima de um grave acidente e, oito meses depois, recebeu o pênis de um homem de 22 anos que teve morte cerebral. Segundo um artigo dos médicos responsáveis, publicado nesta terça-feira no site da Revista Européia de Urologia, a operação foi feita num hospital de Cantão, mas o artigo não revela a data da intervenção.

De acordo a equipe cirúrgica do Departamento de Urologia do Hospital Geral de Cantão, o homem e sua esposa pediram para que o órgão fosse retirado, apesar dos notórios progressos e da falta de sinais de rejeição, apenas duas semanas depois do transplante.

"O paciente podia urinar normalmente de pé no 10º dia depois da operação", indicaram os médicos. "No 14º, devido a um grave problema psicológico, o pênis transplantado lamentavelmente teve de ser retirado", acrescentaram.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;