Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 16 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Consórcio busca amarrar apoio político dos vereadores

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Para reduzir ameaças de novas desfiliações, colegiado atrai participação dos legislativos


Junior Carvalho

27/02/2021 | 05:48


O secretário executivo do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Acácio Miranda, recebeu ontem presidentes das câmaras do Grande ABC. O encontro visa amarrar apoio político dos parlamentares para aplacar de vez ameaça de novas desfiliações de municípios, movimento voltou a assombrar o colegiado no início do ano.

O Diário apurou que a estratégia do Consórcio era a de ampliar a participação na prática dos legislativos da região nas ações da entidade, com a possível criação de GT (Grupo de Trabalho) dos parlamentares, por exemplo. A ideia, porém, esbarrou na legislação do colegiado, que permite apenas a inclusão de órgãos executivos nas tomadas de decisões.

A saída, então, foi aumentar a transparência para aproximar o Consórcio dos parlamentares. O colegiado anunciou a criação de boletim informativo semanal que será endereçado aos e-mails institucionais dos vereadores do Grande ABC, em uma espécie de prestação de contas. Há também estudo para instalação de um grupo técnico legislativo, de caráter consultivo, a exemplo do que ocorre com universidades.

“Assim tem sido feito desde o primeiro dia de pandemia da Covid-19. Municípios estão unidos para frear o ritmo de contágios e para fortalecer as decisões de retomada da economia e de proteção à vida. Por isso, a importância de comunicarmos todas as ações que o Consórcio Intermunicipal Grande ABC realiza, com transparência e responsabilidade. Mais um canal para mantermos o diálogo, prestarmos contas dos avanços alcançados e continuarmos planejando o futuro para a nossa região”, frisou o presidente do Consórcio e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB).

Recentemente, os prefeitos Clóvis Volpi (PL, Ribeirão Pires) e Claudinho da Geladeira (Podemos, Rio Grande da Serra) ameaçaram deixar o colegiado – no mandato passado, a entidade chegou a ver a desfiliação de São Caetano, Diadema e Rio Grande da Serra. O movimento perdeu força após o Consórcio costurar verbas aos dois municípios junto ao governo do Estado. A garantia de apoio dos parlamentares pode enfraquecer novas sinalizações como essa, já que as desfiliações precisam receber crivo das câmaras.

A inclusão de vereadores na mesa do Consórcio é pauta antiga. Em 2015, o colegiado chegou a prometer abrir espaço restrito a parlamentares em conselho consultivo da entidade. A integração ficou no discurso. No site oficial do colegiado, a composição do grupo revela apenas a presença de representantes de universidades, sindicatos, setor empresarial e entidades da sociedade civil.

Participaram do encontro de ontem os presidentes das Câmaras de Santo André, Pedrinho Botaro (PSDB); de São Bernardo, Estevão Camolesi (PSDB); de Diadema, Josa Queiroz (PT); de Ribeirão Pires, Guto Volpi (PL), e de Rio Grande da Serra, Charles Fumagalli (PTB). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Consórcio busca amarrar apoio político dos vereadores

Para reduzir ameaças de novas desfiliações, colegiado atrai participação dos legislativos

Junior Carvalho

27/02/2021 | 05:48


O secretário executivo do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, Acácio Miranda, recebeu ontem presidentes das câmaras do Grande ABC. O encontro visa amarrar apoio político dos parlamentares para aplacar de vez ameaça de novas desfiliações de municípios, movimento voltou a assombrar o colegiado no início do ano.

O Diário apurou que a estratégia do Consórcio era a de ampliar a participação na prática dos legislativos da região nas ações da entidade, com a possível criação de GT (Grupo de Trabalho) dos parlamentares, por exemplo. A ideia, porém, esbarrou na legislação do colegiado, que permite apenas a inclusão de órgãos executivos nas tomadas de decisões.

A saída, então, foi aumentar a transparência para aproximar o Consórcio dos parlamentares. O colegiado anunciou a criação de boletim informativo semanal que será endereçado aos e-mails institucionais dos vereadores do Grande ABC, em uma espécie de prestação de contas. Há também estudo para instalação de um grupo técnico legislativo, de caráter consultivo, a exemplo do que ocorre com universidades.

“Assim tem sido feito desde o primeiro dia de pandemia da Covid-19. Municípios estão unidos para frear o ritmo de contágios e para fortalecer as decisões de retomada da economia e de proteção à vida. Por isso, a importância de comunicarmos todas as ações que o Consórcio Intermunicipal Grande ABC realiza, com transparência e responsabilidade. Mais um canal para mantermos o diálogo, prestarmos contas dos avanços alcançados e continuarmos planejando o futuro para a nossa região”, frisou o presidente do Consórcio e prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB).

Recentemente, os prefeitos Clóvis Volpi (PL, Ribeirão Pires) e Claudinho da Geladeira (Podemos, Rio Grande da Serra) ameaçaram deixar o colegiado – no mandato passado, a entidade chegou a ver a desfiliação de São Caetano, Diadema e Rio Grande da Serra. O movimento perdeu força após o Consórcio costurar verbas aos dois municípios junto ao governo do Estado. A garantia de apoio dos parlamentares pode enfraquecer novas sinalizações como essa, já que as desfiliações precisam receber crivo das câmaras.

A inclusão de vereadores na mesa do Consórcio é pauta antiga. Em 2015, o colegiado chegou a prometer abrir espaço restrito a parlamentares em conselho consultivo da entidade. A integração ficou no discurso. No site oficial do colegiado, a composição do grupo revela apenas a presença de representantes de universidades, sindicatos, setor empresarial e entidades da sociedade civil.

Participaram do encontro de ontem os presidentes das Câmaras de Santo André, Pedrinho Botaro (PSDB); de São Bernardo, Estevão Camolesi (PSDB); de Diadema, Josa Queiroz (PT); de Ribeirão Pires, Guto Volpi (PL), e de Rio Grande da Serra, Charles Fumagalli (PTB). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;