Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 30 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Moradores do Jardim Alvorada encontram cobras em condomínio


Aline Mazzo
Especial para o Diário

10/06/2005 | 07:54


Os moradores do Conjunto Habitacional dos Metalúrgicos, no Jardim Alvorada, em Santo André, andam olhando para o chão para não serem surpreendidos por cobras. Desde o fim de janeiro, foram capturadas seis cobras do pátio do acesso 30 do condomínio.

Conceição Santos Rocha Diogo, 40 anos, que trabalha na portaria do conjunto, levou um susto há três semanas. “Eu conversava com um morador e uma cobra que estava no telhado da guarita quase caiu na minha cabeça.” A dentista Rosa Marisa da Silva, 53 anos, capturou e guardou uma cobra viva. “Desde abril, já liguei três vezes para a vigilância sanitária, mas ninguém apareceu.” Para se certificar se as cobras são venenosas ou não, Rosa levou uma ao Instituto Butantã, em São Paulo. “Ela parecia uma coral, era branca preta e vermelha. Mas cada uma que aparece aqui é de um jeito diferente”, diz a dentista que ainda espera o laudo do instituto.

A síndica do prédio, Rute Eveli Massuco, 58 anos, associa o aparecimento das cobras ao deslizamento de um barranco em janeiro. “Com as chuvas, o morro atrás do prédio desabou e toda a terra veio para a nossa área. Logo depois surgiram as cobras.”

A gerente do Centro de Zoonoses, Taís Bruno Gutmann, enviou um agente de saúde ao condomínio na quarta-feira e os funcionários concluíram que o mato e lixo de um terreno ao lado do prédio – o mesmo onde houve o desabamento – são responsáveis pelas cobras.

Logo que o barranco desabou,a Defesa Civil foi chamada e interditou a área. A Defesa informou que a partir de então repassou o problema à Eletropaulo, que seria responsável pelo terreno desbancarrado, mas a empresa não reconhece a propriedade da área.
A Prefeitura mandaria técnicos ao local na quarta-feira, mas nesta quinta , não soube informar se de fato a a visita ocorreu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;